LULA CRITICA EDUARDO CAMPOS E AÉCIO NEVES EM ALMOÇO NO SENADO

lulala

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ex-aliado do governador Eduardo Campos (PSB), criticou o presidenciável socialista e o virtual candidato do PSDB, o senador Aécio Neves, em almoço com a bancada do bloco PTB-PR-PSC no Senado nesta terça-feira (30). Segundo um senador presente no encontro, Lula disse que Eduardo Campos não sabe “onde está se metendo”. As informações são da coluna de Felipe Patury, da revista Época.

Segundo o mesmo relato, Lula apontou o fato de Marina Silva, que ingressou no PSB junto com seu partido, o Rede, ter uma pontuação nas pesquisas eleitorais superior à de Campos e Aécio. “A sombra de Marina é muito maior que o candidato Eduardo, assim como a de (José) Serra (ex-governador tucano de São Paulo) é maior do que a de Aécio. São duas sombras gigantes”, disse Lula.

Indagado sobre o fato de que sua sombra é maior do que a da presidente Dilma Rousseff, Lula negou que seria sombra para Dilma. “Eu não! já fui presidente. Não sou mais. Mas se eles (oposição) insistirem muito volto em 2018. Estou fazendo duas horas de ginástica todos os dias, para quê?”. O ex-presidente reafirmou que a sua candidata é a presidente Dilma por mais de uma vez. Mas não teria convencido. (Diário de Pernambuco/Foto: Iano Andrade/CB/D.A Press)

 

Share Button

EMBRAPA ENTREGA MINIBIBLIOTECAS A PREFEITOS DE PERNAMBUCO NO SEMIÁRIDOSHOW

Minibibliotecas

Os prefeitos de Custódia, Machados, São José do Egito, São Joaquim do Monte, São Vicente Ferrer e Vicência receberam, simbolicamente, da Embrapa 60 kits de Minibibliotecas destinadas a escolas públicas de ensino fundamental, localizadas nos seis municípios pernambucanos. A entrega das placas de “Município parceiro das Minibibliotecas” ocorreu nesta terça-feira (29/10), na cerimônia de abertura da Feira da Agricultura Familiar Semiárido Show, em Petrolina (PE), com a participação do diretor-executivo de Transferência de Tecnologia da Embrapa, Waldyr Stumpf Júnior.

Com isso, Pernambuco passa a contar com 104 municípios parceiros do Projeto Minibibliotecas, ação coordenada pela Embrapa Informação Tecnológica (Brasília/DF), em parceria com as unidades de pesquisa da Empresa, e com apoio do Governo Federal. Os 60 kits foram adquiridos com recursos de emenda parlamentar apresentada pelo senador Humberto Costa (PT/PE).

As escolas contempladas estão localizadas em áreas rurais. O objetivo do acervo é levar às famílias do campo conhecimentos e tecnologias da Embrapa e de instituições parceiras a fim de apoiar o desenvolvimento rural sustentável. Os conteúdos das publicações e dos programas de rádio e televisão que compõem o kit poderão ser trabalhados pelos professores em salas de aula, bem como utilizados e apropriados pelas famílias que vivem no campo. O acervo inclui também publicações infanto juvenis.

Projeto Minibibliotecas – Atualmente, cerca de 3.500 kits de Minibibliotecas, contendo 120 títulos de publicações impressas, CDs e DVDs estão disponíveis em instituições de ensino e nos escritório de assistência técnica e extensão rural de todas as regiões do Brasil. O Projeto, que começou em 2003, já começa a ultrapassar as fronteiras do País e chegou a Moçambique, no continente africano.

O objetivo é oferecer aos agricultores familiares, por meio de jovens estudantes em idade escolar, aos extensionistas e agentes de desenvolvimento rural informações e tecnologias geradas e/ou adaptadas pela Embrapa e por outras instituições parceiras, adequadas às necessidades do campo nas várias regiões do País.

A crescente importância das Minibibliotecas levou o Projeto a fazer parte das estratégias de ação do Plano Brasil Sem Miséria, do Governo Federal, em 14 Territórios da Cidadania do Nordeste do País e norte de Minas Gerais, onde a Embrapa tem atuação. Além de receberem os kits de Minibibliotecas, representantes de escolas, associações e escritórios de extensão rural também são capacitados no uso do acervo.

As capacitações, realizadas por profissionais de comunicação e pedagogia, destina-se a orientar sobre os conteúdos e suas possibilidades de utilização como material de apoio pedagógico não apenas no ambiente escolar como na comunidade local.

A capacitação mais recente ocorreu no Território da Cidadania Serra Geral, em Minas Gerais, beneficiando lideranças de 17 municípios do norte de Minas, uma das regiões mais pobres do País e que foi contemplado com 54 kits de Minibibliotecas.  Outras capacitações estão previstas para os próximos meses, como nos territórios do Alto Sertão Sergipano (SE), Agreste Alagoano (AL) e Piemonte Norte do Itapicuru (BA).

Os conteúdos das publicações incluem temas como cultivo de grãos, frutas, hortaliças, produção leiteira, combate a pragas e doenças na lavoura, como montar uma pequena agroindústria, produção de doces, processamento de frutas, geleias, licores, castanha-do-brasil, produção de farinhas, queijos, dentre outros temas cujo foco é a agricultura familiar. Além de publicações técnicas, o acervo inclui ainda coleções infantojuvenis, CDs e DVDS com programas de rádio e televisão da Embrapa.

Como forma de acompanhamento do uso do material nas instituições e, acima de tudo, estimular o desenvolvimento das famílias de agricultores e seus jovens, as Minibibliotecas promovem concursos de redação e de projetos comunitários. Desde a sua criação, as Minibibliotecas já premiaram escolas e alunos de diversos estados brasileiros.

Share Button

SOLENIDADE DE ABERTURA DO SEMIÁRIDOSHOW CONTA COM A PRESENÇA DE AUTORIDADES

AberturaSemiáridoShow_LaraMicol

Prefeitos, parlamentares e representantes de órgãos dos governos municipais, estaduais e federal estiveram presentes, diante de um público de produtores familiares, técnicos e estudantes, na solenidade de abertura da edição de 2013 da maior Feira de Agricultura Familiar do Nordeste, o SemiáridoShow, que tem como tema “Terra, Água, e Tecnologias para produção de alimentos”.

Ao falar sobre o contexto atual da estiagem, o diretor de Transferência de Tecnologia da Embrapa, Waldyr Stumpf Júnior, disse que o momento não é de pensar em ações emergenciais para combater a seca, mas sim entendê-la e buscar alternativas permanentes. “Hoje tem um conjunto dessas soluções que vão desde a dessalinização das águas subterrâneas, captação de água da chuva, criação de sistemas produtivos com essa água dessalinizada, criando peixe, produzindo forragem”, dentre outras ações que, segundo ele, formatam uma agenda positiva para a região.

Um dos coordenadores do evento, Ademilson da Rocha (Tiziu), do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa), destacou a importância da terra como base para a Convivência com o Semiárido. “Sem a terra, e em tamanho apropriado para o Semiárido, não tem como ter vida digna. A partir dela, chegam a água e as tecnologias”, afirmou. A necessidade de uma Política Nacional de Convivência com o Semiárido foi também um dos pontos centrais da fala.

A solenidade de abertura contou ainda com a presença de representantes do Governo Federal, a exemplo do Secretário da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Valter Bianchini, e do Secretário de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, Ney Maranhão, além dos governos estaduais de Pernambuco e municipais de Petrolina e Juazeiro, deputados e outras instituições.

Na ocasião foi lançado o livro Plantas Ornamentais da Caatinga, de Lúcia Helena Piedade Kiil, Daniel Terao e Ivan André Alvarez, no qual estão reunidas cerca de 100 espécies do Bioma; e assinado um convênio de R$ 26 milhões para o Projeto Água Doce, entre o Ministério do Meio Ambiente e o Governo do Estado de Pernambuco.

Até o dia 1º de novembro, o público poderá visitar diversos estandes e tecnologias, área de produção agrícola, mostra e comercialização de equipamentos, além da Vila da Economia Solidária, com diversos empreendimentos da agricultura familiar. A Feira é aberta ao público e funciona das 8h às 17h na área da Embrapa Produtos e Mercados, em Petrolina – PE.

 

Share Button

ARARIPE SE MOBILIZA EM DEFESA DO PROJETO ORIGINAL DO CANAL DO SERTÃO

mapa3

Na noite desta segunda-feira (28), membros da sociedade civil se reuniram no auditório da CDL Ouricuri para discutir o Canal do Sertão. Lideranças políticas de Bodocó também participaram do momento. A intenção é mobilizar todo sertão do Araripe em defesa do projeto original do Canal do Sertão, tendo em vista que um novo edital aponta que várias cidades da região estão fora desse projeto de irrigação.

De acordo com Antonio Fernando, membro da comissão que está se mobilizando, o projeto inicial (beneficiaria todo Araripe, com cerca 110.000 hectares irrigáveis) e com essa alteração divulgada através de licitação constante no Edital 63/2013, consta apenas 5.361 hectares para dividir entre os municípios de Santa Cruz, Santa Filomena e Dormentes.

Ele ainda explica como fica a situação de Ouricuri: “Vale ressaltar que Ouricuri tinha previsto 45.909 hectares no projeto original, e com o novo traçado não será beneficiado em nada pelo canal do sertão, vai apenas dividir 9.000 hectares com Parnamirim no Ramal Entremontes”, destacou.

Na reunião, ficou decido que haverá uma audiência pública nesta quinta-feira (31), no auditório do Salão Paroquial com Otávio Alves, Técnico da Codevasf (participou da elaboração do projeto original) e Secretário de Irrigação da Prefeitura de Petrolina. O mesmo fará uma explanação para toda sociedade sobre o Canal do Sertão.

O Presidente da CDL Ouricuri, Assis Junior, reforçou a importância da participação de toda sociedade nessa audiência. “É necessário que a sociedade do Araripe participe e veja o que realmente aconteceu com a nossa região diante desse projeto. Não podemos cruzar os braços. Temos que conquistar esse direito que já era nosso”, ressaltou.

Entenda o que aconteceu com o Canal do Sertão

Esse outro mapa abaixo se refere ao trajeto original do Canal do Sertão, onde beneficiaria o sertão do Araripe com 110.000 hectares irrigáveis.

                                                         Antes

mapa1

O mapa abaixo mostra o novo trajeto do Canal do Sertão, terminando em Santa Cruz.

Depois

 mapa2

Fonte: Blog do Bruno Morais

 

 

 

Share Button

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO DEBATE MUNICIPALIZAÇÃO DAS ESCOLAS

A municipalização das escolas de Ensino Fundamental vem sendo impulsionada em todo o País desde a década de 1990. O impacto desse processo em Pernambuco pautou debate realizado, nesta terça, (29 de outubro), pela Comissão de Educação da Alepe. A proposta partiu das deputadas Teresa Leitão, do PT, e Terezinha Nunes, do PSDB. Representantes de mais de vinte cidades de todo o Estado participaram do encontro.

O secretário de Educação do Estado, Ricardo Dantas, explicou que a municipalização das escolas tem como objetivo reorganizar a rede de ensino. Ele destacou que o resultado é de melhoria da qualidade física da rede municipal e de especialização da rede estadual. Segundo Dantas, a municipalização não é obrigatória, trata-se de uma adesão. O secretário de Educação disse que está se tentando construir uma base legal, ouvindo todos os representantes da área educacional, para que a proposta seja analisada na Assembleia Legislativa.

Na opinião do secretário de Comunicação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (SINTEPE), Fernando Melo, o processo de municipalização das escolas prejudica os professores, o ensino e os alunos. Ele acredita que, no dia a dia, percebe-se que a medida traz mais problemas do que soluções para o setor educacional.

De acordo com Teresa Leitão, o assunto causa insegurança aos professores. A petista propôs que, antes de qualquer conclusão por parte do Governo, a comunidade escolar e os representantes institucionais sejam ouvidos. // Terezinha Nunes defende que o debate seja aprofundado com a participação da comunidade escolar.

Também participaram do encontro, representantes do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

Share Button

RENAN QUER VOTAR PASSE LIVRE PARA ESTUDANTES NO SENADO AINDA ESTE ANO

#Fim do recesso parlamentar e início dos trabalhos do segundo semestre no Congresso Nacional

A aprovação da proposta que cria o passe livre para estudantes foi defendida nesta terça-feira (29) pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que pretende votar a matéria na Casa até o fim do ano. Em quase todo o país, os estudantes ainda pagam meia passagem nos transportes coletivos.

“É um assunto inevitável. Não tem sentido que quem estuda pague (pelo transporte). Todo país que está à frente do Brasil já resolveu o problema. Em janeiro haverá aumento das tarifas e o assunto vai engrossar as ruas novamente. O poder público tem que ter responsabilidade de resolver a questão”, avaliou Renan.

De acordo com o presidente do Senado, o benefício tem custo estimado de R$ 7 bilhões. Questionado sobre como essa isenção seria financiada, Renan foi direto: “Esse dinheiro terá que vir do Orçamento”.

O projeto que cria o passe livre para estudantes (PLS 248/13), de autoria do próprio Calheiros com outros senadores, está parada desde agosto na Comissão de Constituição e Justiça. Depois de aprovado no Senado, ainda precisará ser apreciado pela Câmara dos Deputados.

Calheiros, que na semana passada recebeu representantes da Frente Nacional de Prefeitos de Capitais, disse que tem de haver uma grande mobilização para que os senadores possam aprovar esse projeto até o final do ano também. “Vamos ter que ter solução criativa que será construída aqui no Congresso Nacional”, disse.

“Essa é uma crise anunciada, já voltou às ruas. Em janeiro e fevereiro, nós vamos ter a volta do reajuste da tarifa. Nós temos no Brasil hoje 3,6 milhões de alunos que pagam meia passagem. É evidente que com o passe livre você pode dar um corte social, mas o governo pode ter que pagar R$ 7 milhões”. (Agência Brasil)

Share Button

PREFEITURAS DE PERNAMBUCO ENTRAM EM GREVE

greve

As prefeituras da Mata Norte e do Agreste Setentrional de Pernambuco resolveram entrar em greve. Nesta quarta-feira (30) os Executivos dessa regiões estarão de portas fechadas em sinal de protesto contra diminuições nos repasses federais, notoriamente os do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

A manifestação é organizada pelo Consórcio dos Municípios da Mata Norte e Agreste Setentrional (COMANAS). O ato está agendado para ocorrer às 9h, na sede do consórcio, na BR-408, Bairro Novo, na cidade de Carpina. Está prevista a reunião de diversos prefeitos deputados e senadores do estado. Durante a mobilização será pedida uma política autônoma para os municípios, que sofrem com a inconstância de valores repassados pela união.

“Agora em outubro teve município que não recebeu nada, nas parcelas do FPM, no qual os municípios têm direito. Se continuar dessa forma as prefeituras irão demitir funcionários, deixar de investir na infra-estrutura da cidade, não teremos como pagar aos nossos fornecedores”, alerta Belarmino Vasquez, presidente do Comanas.

Belarmino disse, ainda, que a forma em que é feito o repassedo FPM precisa ser revista “urgentemente”. “O governo federal precisa rever a forma que é repassada as verbas para os municípios, Se continuar assim os prefeitos só irão viver com o pires nas mãos e as prefeituras irão fechar”, completou. (Diário de Pernambuco)

Share Button

PREFEITURA DE TRINDADE RECEBE CAMINHÃO CAÇAMBA PELO PAC 2

DSC07802

A Prefeitura Municipal de Trindade recebeu na ultima quinta-feira (17) um veículo caminhão caçamba doado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário através do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC 2). A iniciativa visa reestruturar as estradas vicinais que ligam o meio rural ao urbano. O objetivo é facilitar o escoamento de produtos da agricultura familiar e melhorar o acesso das famílias trindadenses a serviços públicos como hospital, PSF’s e escolas.

De acordo com o prefeito Dr. Everton Costa (PR), o veículo será utilizado ainda para limpar açudes e barragens e, assim, facilitar o acesso dos agricultores familiares à água. “Temos uma grande necessidade de preparar a terra para o próximo inverno e Trindade depende também da zona rural. Nossa economia fomenta-se muito da agricultura, então todos nós dependemos do bom desempenho da venda e da qualidade dos produtos”, lembrou o gestor.

DSC07814

A entrega do veículo aconteceu em frente o prédio da prefeitura municipal e contou com a presença do secretário de Agricultura, Antonio Cunha, do controlador Geral do município, Marcos Luiz, do assessor Jurídico Dr. Diogo Gadelha, do chefe de Gabinete, Valtenci Assunção, lideranças políticas, funcionários da prefeitura e sociedade civil.

DA ASCOM/TRINDADE (Fotos: Joãozinho Andrade)

Share Button

SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DE TRINDADE PARTICIPA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA NO RECIFE

309868_104028246375920_908606876_n

O Secretário de Educação do município de Trindade, Juka Sá participou na manhã desta terça-feira (29) de uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE) na comissão de Educação onde se discutiu sobre Municipalização do Ensino Fundamental nas escolas da rede estadual e municipal.

O secretário, que também é vice-presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME) destacou a acuidade do tema exposto. “A importância que precisa ser dada a temas como este, para nós que buscamos junto ao prefeito Dr. Everton Costa, construir uma sociedade educacional mais digna para as crianças, é trazer uma funcionalidade muito mais ampla, com discussões que aprimorem os investimentos de maneira mais sensata e de qualidade no ensino do nosso município”, frisou Sá.

Para o prefeito Dr. Everton Costa o processo de Municipalização em Pernambuco é um levantamento importante junto às prefeituras municipais do estado sobre o processo educacional que já vem sendo realizado na educação infantil e promovendo o debate para a continuação adequada da Municipalização do Ensino Fundamental.

DA ASCOM/TRINDADE (Foto: Arquivo)

Share Button

ARARIPINA RECEBERÁ MAIS TRÊS QUADRAS COBERTAS PARA ESCOLAS MUNICIPAIS

DSC_0305

Mais três escolas municipais irão ter uma quadra coberta e vestiários a disposição dos alunos. A chegada de mais um benefício para a educação e o esporte foi confirmada na manhã desta segunda-feira (28) pelo prefeito Alexandre Arraes e pela Secretaria de Educação Cybelle Arraes.

Ambos assinaram o convênio com o Ministério da Educação, através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) que trata da chegada de três quadras cobertas e com vestiários para as escolas municipais do Iracema (Alto da Boa Vista), Eduardo de Sousa Carvalho e Costa e Silva – localizada no distrito de Bom Jardim do Araripe (Rancharia). O convênio faz parte do PAC2 do Governo Federal e cada quadra está orçada em R$ 509.872.24.

Na escola municipal Maria Luzanira Muniz Ramos uma quadra coberta está em fase final de construção. A expectativa da Secretaria de Educação é que ainda este ano o novo local para a prática de esportes e atividades físicas dos alunos já esteja em pleno funcionamento.

Durante a assinatura do novo convênio que irá beneficiar centenas de alunos da rede municipal de educação, o prefeito Alexandre Arraes comemorou a chegada de mais uma importante obra para Araripina. “As quadras são um espaço fundamental para as crianças brincarem e se divertirem com atividades esportivas e quem sabe descobrirem talentos do esporte para o futuro. Tenho convicção que as três novas quadras serão construídas com muita segurança e rapidez de modo que o benefício chegue logo até os nossos alunos da educação municipal”, comemorou.

DSC_0309

A assinatura do convênio foi acompanhada pela servidora da Secretaria de Educação Rosalyne Gomes, a Assessora Jurídica Rosa Suleyman, os vereadores Divona e Francisco Edivaldo, além do suplente de vereador Edsávio Rodrigues e pelo Secretário Chefe de Gabinete Giordany Andrade.

ASCOM-PMA Créditos fotográficos: Fabiano Alencar

Share Button

DIEESE ESTIMA INJEÇÃO DE R$ 143 BILHÕES NA ECONOMIA COM 13º SALÁRIO

salário

Pouco mais de R$ 143 bilhões, decorrentes do pagamento do décimo terceiro salário, devem ser injetados na economia brasileira neste ano, indica estudo divulgado nesta segunda-feira (28) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O montante representa aproximadamente 3% do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país). O valor deste ano representa crescimento de 9,8% em relação ao de 2012.

Cerca de 82,3 milhões de trabalhadores serão beneficiados com o rendimento adicional de R$ 1.740, em média. O número dos que receberão o décimo terceiro aumentou 2,9% na comparação com os beneficiados no ano passado. A estimativa é que 2 milhões de pessoas a mais passem a receber o adicional de fim de ano.

Aproximadamente 70% dos recursos (R$ 100 bilhões) irão para trabalhadores da ativa, que representam 50,6 milhões de pessoas, ou 61,4% do total de beneficiários. O valor médio do abono para esse segmento é R$ 1.988,05. Contando apenas os trabalhadores domésticos com carteira de trabalho, o rendimento médio cai para R$ 856,77 – os domésticos somam 1,760 milhão, correspondendo a 2,2% do total de trabalhadores.

A parcela formada por aposentados e pensionistas da Previdência Social, que representam 37,4% dos beneficiários, receberá pouco menos de R$ 30 bilhões. O valor médio do benefício é R$ 951,23. Há ainda o conjunto de 760 mil pessoas que recebem pensão da União (regime próprio) e ficarão com 5% do montante, o equivalente a R$ 7,2 bilhões. O valor médio, nesse caso, é R$ 7.309,85. Os que recebem pelo regime próprio dos estados ficarão com R$ 6,3 bilhões, ou 4,4% do montante.

De acordo com o Dieese, a maior parte do décimo terceiro (51%) ficará nos estados do Sudeste. Em seguida, vêm as regiões Sul (15,6%) e Nordeste (15,4%). Para as regiões Centro-Oeste e Norte, irão, respectivamente, 8,4% e 4,7%. Aposentados e pensionistas do regime próprio da União não estão incluídos na conta e respondem, isoladamente, por 5% do montante, podendo viver em qualquer região.

Os empregados do Distrito Federal deverão receber o maior valor médio pago pelo benefício, R$ 3.174. O menor irá para os estados do Maranhão e do Piauí, com média de R$ 1,1 mil. Esses valores não incluem aposentados pelo regime próprio dos estados.

O setor de serviços, incluindo administração pública, ficará com 60,1% do total destinado ao mercado formal. É o segmento que terá o  maior benefício médio, R$ 2.314. Quase 20% serão destinados aos trabalhadores da indústria; 12,9%, aos do comércio; 5,2%, aos da construção civil e 2%, aos da agropecuária brasileira. Caberá ao setor industrial o segundo maior valor médio, equivalente a R$ 2.151. O menor décimo terceiro será pago a trabalhadores do setor primário: R$ 1.215.

O levantamento é baseado em dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego, além de informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2012, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do Ministério da Previdência e Assistência Social e da Secretaria do Tesouro Nacional.

O estudo do Dieese não considera autônomos, assalariados sem carteira ou outras formas de inserção no mercado de trabalho que, eventualmente, recebem algum tipo de abono de fim de ano. Também não há distinção de categorias que recebem parte do décimo terceiro antecipadamente, por definição de acordos ou convenções coletivas de trabalho. Os dados, portanto, constituem uma projeção do volume total que entra na economia ao longo do ano em razão do décimo terceiro salário. Estima-se, entretanto, que cerca de 70% dos valores sejam pagos no fim do ano.

Fonte: Agência Estado/Foto:Google

Share Button

PSDB TERÁ CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL NO ARARIPE: O VEREADOR BRINGEL FILHO

Vereador Bringel Filho (PSDB)

O PSDB terá candidato a deputado estadual na região do Araripe. Será o jovem vereador de Araripina, Bringel Filho, que está em seu primeiro mandato eletivo mais tem potencial político. A informação foi repassada ao blog pelo seu pai o ex-prefeito e ex-deputado estadual Bringel, que com isso pretende passar o seu espólio político para o filho.

Bringel disse ainda que este é o sentimento do Diretório Estadual do PSDB, que vem sinalizando com a proposta da candidatura de Bringel Filho a deputado estadual. Inclusive, o ex-prefeito confirma que está preparando a estrutura de campanha.

Share Button

MARCOS PALMEIRA DIZ QUE NÃO SERÁ CANDIDATO AO GOVERNO DO RIO NAS ELEIÇÕES DE 2014

marcos palmeiras

O ator Marcos Palmeira, entusiasta da Rede Sustentabilidade e recém-filiado ao PSB, negou a possibilidade de se candidatar ao governo do Rio nas eleições de 2014 e defendeu a candidatura do deputado Miro Teixeira (PROS-RJ) ao Palácio Guanabara. Palmeira afirmou ter sido sondado por artistas que se encontraram na semana passada com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, mas disse que nem Campos, nem Marina Silva o procuraram diretamente.

“Fui sondado, mas não veio nada através da Marina, e meus passos são dados muito em cima do que eu acordo com a Marina. Teve uma reunião do Campos com alguns artistas, e me ligaram e disseram: se prepara que você vai ser candidato. Achei tudo muito louco, já queriam formar o meu grupo de trabalho, mas não tem a menor condição. Ainda temos que achar esse nome para o Rio, acho que tem ser uma pessoa mais preparada, o Rio é um buraco quente, uma estrutura complexa, não sei da onde partiu isso. O próprio Eduardo (Campos) nunca me ligou, tenho mil questões em relação ao PSB mas simpatizo com ele, acho que a Marina pode dar para ele um gás de se livrar dessa velha política”, explica o ator, que disse ter o aval da ex-senadora para disputar um cargo:

“Acho que ela ficaria feliz, ela já me disse que eu me sentisse muito à vontade se algum dia eu quisesse vislumbrar um cargo, que ela acharia legal. Mas em nenhum momento isso partiu de mim, não tenho essa ambição, a minha filiação ao PSB foi simbólica. Me dedico ao trabalho de ator e agricultor. Tem que ser uma pessoa com perfil executivo, dos políticos tradicionais eu acho que o Miro Teixeira poderia trazer alguma credibilidade”.

Apesar de garantir que não concorrerá a nenhum cargo público nas eleições do ano que vem, Palmeira cogita entrar na política partidária em 2018, já pela Rede.

“Não está nos meus planos, mas eu passei a pensar nisso, no que eu poderia ser. Pro Senado? Talvez, mas não é o meu perfil. Isso já aconteceu com o meu avô (Sinval Palmeira), foi candidato do PSB em 1986 e depois ele foi abandonado, então não tenho mesmo essa pretensão e nem tempo hábil para me dedicar à política. Sou um artista, não quero misturar com política partidária. Acho que posso ajudar de formas muito mais interessantes. Mas a Marina se tornando presidente, aí a coisa muda, é quase que o cidadão falando mais alto. Nós tivemos uma sinergia natural”. (Agência O Globo)

 

Share Button

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL É DESTAQUE EM DOCUMENTO DA ALIANÇA PSB/REDE

dobradinha

Desenvolvimento sustentável é o tema de maior destaque de um documento que vai basear o programa comum do PSB e da Rede, segundo reportagem do jornal Valor Econômico publicada nesta segunda-feira. O tema tem quase o triplo de texto destinado às outras duas áreas do documento, no qual se discutem também conquistas econômicas e sociais e a relação política do governo com o Congresso. O programa começou a ser elaborado hoje, no 1º Encontro Programático do PSB e do Rede Sustentabilidade, em São Paulo, que reúne lideranças políticas, sociais, acadêmicas e empresariais.

Segundo um dos trechos do documento, longe de significar apenas um sinônimo de proteção ambiental, como muitos ainda pensam, (desenvolvimento sustentável) é uma concepção de múltiplas dimensões integradas de caráter econômico, social, cultural, ético?. Ainda segundo o documento, o tema requer a integração das políticas públicas que rejeita a naturalização das injustiças e das desigualdades sociais e inclui a educação como desenvolvimento sustentável.

Na área relacionada à política econômica, há promessa de manter e promover avanços em áreas como saúde, educação e gestão pública, e críticas à gestão da economia do governo de Dilma Rousseff, como o trecho que diz que prevalece, no país, um modelo econômico de respostas superficiais a pressões, que privilegia alguns setores em detrimento da aplicaçãosistempatica e pnejadade de recursos em áreas essenciais ao desenvolvimento do país e ao bem-estar da sociedade. (Agência O Globo)

 

Share Button

REGES DANESE SE APRESENTARÁ EM ARARIPINA NESTA QUINTA-FEIRA

1384152_540991722654641_491429310_n

A cidade de Araripina viverá nesta quinta-feira (31) um dos momentos mais aguardados pelas famílias cristãs com o Show do cantor Reges Danese. Caravanas de cidades do Sertão do Araripe e outros Estados já confirmaram presença para cantar ao som das músicas – “Faz um Milagre em Mim, Família, Ressuscita o meu sonho”, entre outras canções que encantam todo o país.

De acordo com os organizadores, o evento é uma realização da Prefeitura de Araripina presenteando todas as famílias cristãs da cidade que curtem o som gospel, seja evangélico, católicos, ateus, espiritas, e etc. A passagem do cantor Reges Danese, e ainda atração local, será na Avenida Antônio de Barros Muniz, a partir das 19h e comemorará o dia 31 de Outubro – Dia do Evangélico.

ASCOM/ARARIPINA

Share Button