MEGA-SENA NÃO SAI E ACUMULA EM R$ 40 MILHÕES

amega-senaNinguém acertou as seis dezenas do concurso 1.586 da Mega-Sena, sorteadas neste sábado (29), e a loteria acumulou em R$ 40 milhões para a próxima quarta-feira, 2. Os números sorteados foram 08-39-43-46-47-58.

A quina saiu para 150 apostadores, que vão levar R$ 25.052,84. Já a quadra paga R$ 508,57 para 10.556 bilhetes. As apostas para o próximo concurso podem ser feitas até as 19 horas de quarta em qualquer casa lotérica. O valor mínimo do bilhete é de R$ 2.

Share Button

GILBERTO GIL DECLARA VOTO EM EDUARDO CAMPOS EM APOIO A MARINA

agilO cantor Gilberto Gil declarou seu voto para presidente ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). O voto foi conquistado por conta do acordo entre Campos e a ex-senadora Marina Silva, líder da Rede, que deve ser anunciada oficialmente no dia 14 de abril como candidata a vice na chapa de Campos.

“Se eles mantiverem a parceria, como tudo indica que manterão, votarei nos dois”, disse Gil para a Folha de S. Paulo. “Gil, o ex-ministro, continua a fazer política quase informalmente. E anda com fé atrás da ex-senadora Marina Silva onde quer ela vá”, completou confirmando seu apoio incondicional a ex-senadora.

Gil, que já foi ministro da Cultura no governo Lula, disse que não aceitaria um cargo na gestão de Campo e Marina. “Pensando em hoje, não. Pensando em amanhã, não sei. Amanhã é amanhã. Amanhã será outro dia”.

Apesar do apoio a Marina, o cantor classificou sua relação com a presidente Dilma como “de apreço mútuo, de pessoas que se gostam”. (A Tarde)

Share Button

A MARATONA DE EDUARDO ANTES DA DESPEDIDA

Governador em visita ao município de Dormentes

Governador em visita ao município de Dormentes

Depois de passar sete anos, três meses e quatro dias como governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) entrega o cargo na próxima sexta-feira, dia 4, para o vice, João Lyra Neto (PSB). A semana que se inicia neste domingo é a última de Eduardo como governador e a primeira na qual ele começa a dar passos largos – sem estar no cargo – para tentar chegar ao Palácio do Planalto. Ele é o primeiro pernambucano a entrar nessa disputa com a trajetória política toda construída no estado. O ex-presidente Lula nasceu em Garanhuns, no Agreste estadual, mas a sua formação política foi de São Paulo. A terra natal do senador Randolfe Rodrigues (PSol-AP), outro presidenciável, também é Garanhuns, mas ele tem domicílio eleitoral no Amapá.

Eduardo Campos vai cumprir a última semana do mandato sem agendas fora do estado, mantendo as articulações nacionais por telefone. Deste domingo até a próxima sexta-feira, ele deve visitar pelo menos 20 municípios, entre o interior e a Região Metropolitana do Recife, para inaugurar obras, incluindo sistemas de abastecimento de água, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e indústrias. Ele dará uma atenção especial ao prestigiar a abertura de indústrias em Vitória e Goiana, por exemplo, e à inauguração do Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru, um de seus principais investimentos da saúde no interior.

A carga de visitas ao interior reforça o início de sua primeira campanha, ainda em 2006, cujo mote era do “Sertão ao Cais”, pelo fato de ele (então deputado federal e ex-ministro da Ciência e Tecnologia) ser mais conhecido nas cidades do interior que na capital, naquela época dominada pelo Partido dos Trabalhadores.

Entre uma agenda e outra, Eduardo Campos também foi convidado para participar, na noite desta segunda-feira, de um jantar com deputados estaduais e desembargadores. O evento será realizado no Spettus, a convite do presidente da Assembleia Legislativa e do presidente do Tribunal de Justiça, Frederico Ricardo de Almeida, num esforço para mostrar sua boa relação com os outros dois poderes.

Segundo o secretário da Casa Civil, Tadeu Alencar, um dos principais nomes de confiança do governador, Eduardo também deve dar atenção especial aos de 50 anos da ditadura militar, assinando um decreto, mas o secretário não antecipou os detalhes. “Nós temos um elenco de obras para ser inauguradas e o tempo é curto para cumprir tudo em tão pouco tempo”, afirmou Tadeu.

Governador de Pernambuco Eduardo Campos, no dia em que anunciou seu candidato, Paulo Camara, à sucessão governamental do Estado

Governador de Pernambuco Eduardo Campos, no dia em que anunciou seu candidato, Paulo Camara, à sucessão governamental do Estado

Passagem de bastão
A semana também servirá para Eduardo fechar os últimos acordos com o vice João Lyra, que assume o mandato por nove meses. Até a última sexta-feira, ainda existiam “nós” para desatar na relação de ambos, porque João Lyra pretende dar continuidade à gestão, mas também trabalha para deixar sua própria marca. Tanto que se especula, por exemplo, que ele deve mudar os secretários de Saúde e Educação, respectivamente Antônio Figueira e Ricardo Dantas.

Quando assumiu o governo do estado, em 1º de janeiro de 2007, paralelo à segunda posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em Brasília, Eduardo disse, da sacada do Palácio das Princesas, que não governaria em gabinetes, mas nas ruas. Ao olhar dos mais próximos, por sinal, ele cumpriu a promessa, terminando o mandato com mais de 80% de aprovação popular. “Vamos governar com o povo”, afirmou durante sua solenidade de posse.

Já outros lembram que, naquela mesma data, também diante da multidão à frente do Palácio, o governador pediu coesão aos aliados – especialmente ao PT e ao próprio PSB – para “Cevitar o retorno daqueles que sempre quiseram nos dividir para reinar”. Para Eduardo, há sete anos, os que queriam dividir eram o ex-governador Jarbas Vasconcelos (PMDB) e o seu concorrente de campanha, Mendonça Filho (DEM), dos quais se aproximou. Os aliados, na época, eram principalmente os petistas, partido que agora seu maior adversário na disputa nacional. Sete anos, três meses e quatro dias, portanto, pode ser pouca idade quando se refere a uma pessoa ou uma criança. Mas é uma vida na política.

Com informações de Aline Moura do Diário de Pernambuco

 

 

Share Button

DEMOCRÁTICO, PSB VALORIZA A PARTICIPAÇÃO DAS MULHERES NAS DECISÕES DO PARTIDO

Governador Eduardo Campos, pré-candidato a governador Paulo Câmara com Dona Creusa Pereira, ex-prefeita de Salgueiro e a primeira-dama Roberta Arraes

Governador Eduardo Campos, pré-candidato a governador Paulo Câmara com Dona Creusa Pereira, ex-prefeita de Salgueiro e a primeira-dama Roberta Arraes

O PSB é um partido que sempre valorizou e destacou a importância das mulheres nas discussões políticas e a sua inserção nos movimentos sociais e de apoio para a construção de políticas públicas voltadas para beneficiar a população, sobretudo aos que mais precisam da presença dos Poderes Executivo e Legislativo, além do trabalho solidário e voluntário. Recentemente, o PSB realizou um grande encontro em Recife com as mulheres integrantes do partido que contou com a presença do governador e presidenciável Eduardo Campos. Na ocasião, as mulheres debateram e discutiram numa grande plenária os principais problemas do país e as sugestões foram catalogadas e farão parte do programa de governo do PSB.

Duas sertanejas a serviço do povo

Duas sertanejas a serviço do povo

No Sertão de Pernambucano várias mulheres se destacam como protagonistas do PSB. No Sertão Central, por exemplo, a ex-prefeita de Salgueiro, Creusa Pereira, que hoje ocupa o cargo de Assessora Especial do Governo de Pernambuco, é uma militante histórica do PSB, tendo participado de várias lutas ao lado do eterno governador de Pernambuco, Miguel Arraes.

No Sertão do Araripe várias mulheres se destacam dentro da vida política e pública e dentro do PSB pode-se citar a primeira-dama de Araripina e presidente do diretório municipal da legenda, Roberta Arraes. Ao lado do esposo, o prefeito Alexandre Arraes, já militam no partido há mais de 20 anos. Roberta tem um papel importante na administração municipal. Como colaboradora, ela tem sido uma voz inteligente para o bom andamento da estrutura administrativa da prefeitura, ajudando o prefeito Alexandre Arraes a fazer uma gestão profissional, ética, de compromisso e principalmente de respeito ao erário público, promovendo ações que beneficiam a população que mais precisa.

Share Button

PV DECIDE APOIAR PAULO CÂMARA

apaulocamaraO PV de Pernambuco decidiu neste sábado (29) que vai apoiar a candidatura do secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB), para o Governo do Estado. A aliança será oficializada neste domingo (30), às 15h, na sede da legenda. As presenças de Câmara; do candidato a vice, o deputado federal Raul Henry (PMDB); e ao Senado, o ex-ministro Fernando Bezerra Coelho (PSB), são esperadas.

O martelo foi batido pela liderança do PV em uma reunião que começou no final da tarde. A decisão foi tomada um dia após um encontro onde várias lideranças da sigla foram ouvidas. A tendência já era apoiar Câmara, mas ainda havia a possibilidade de a sigla marchar para o grupo do senador Armando Monteiro (PTB). (Blog de JamildoFoto: Clemilson Campos/JC Imagem)

Share Button

PESQUISA SOBRE VIOLÊNCIA SEXUAL GERA PROTESTOS NAS REDES SOCIAIS INTERNAUTAS SE MANIFESTAM SOBRE RESULTADO DE PESQUISA

 “Eu não mereço ser estuprada.” O clamor, ilustrado por fotos de mulheres seminuas, tomou conta das redes sociais depois da divulgação de estudos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) sobre violência sexual que revelou o lado machista do brasileiro. Entre os dados divulgados, por exemplo, está o de que 65,1% dos entrevistados concordam com a afirmação “Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas.” O alto índice de tolerância da sociedade com a violência e o abuso sexual também assustou especialistas. Para eles, o Brasil ainda é dominado por um pensamento que defende a supremacia masculina.

A pesquisa do Ipea reforça a tese de que a maior parte dos brasileiros ainda acha que a mulher é culpada pelo estupro. Chamados a se posicionar diante da sentença “Se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros”, 58,5% dos entrevistados concordaram total ou parcialmente. A reação aos resultados da pesquisa na internet foi imediata. Foi criada até uma página entitulada “Eu não mereço ser estuprada”, na qual incentiva mulheres a tirar emfotos de protesto. Até a noite de ontem, 10,5 mil usuários prestaram apoio à iniciativa.

A presidente Dilma Rousseff também usou uma rede social para comentar o levantamento do Ipea. “Pesquisa do @ipeaonline mostrou que a sociedade brasileira ainda tem muito o que avançar no combate à violência contra a mulher. Tolerância zero à violência contra a mulher. #Respeito”, postou a presidente.

“Fiquei espantada. A sociedade continua com pensamento machista. O que mais me assustou foi ver que, mais do que aceitar, as pessoas produzem o crime. Porque, ao dizerem que as mulheres merecem ser atacadas, os brasileiros assumem que fazem isso com naturalidade. É lamentável”, diz Flávia Timm, pesquisadora em gênero e violência contra a mulher da Universidade Católica. Ela diz que o poder público deve ajudar a combater esse tipo de pensamento fortalecendo as políticas públicas para a mulher. (Correio Braziliense)

Share Button

HABILIDADE DE PILOTO FOI FUNDAMENTAL PARA EVITAR TRAGÉDIA EM VOO PETROLINA/BRASÍLIA

#Pouso forçado no Aeroporto internacional de BrasíliaA obediência ao procedimento padrão em casos de pouso forçado foi essencial para que os passageiros e tripulantes do voo 6393, que saiu de Petrolina, no sertão de Pernambuco, com destino a Brasília, saíssem sem machucados mais graves. A opinião é de dois profissionais ouvidos pelo Correio. Segundo eles, a atitude calma do comandante Eduardo Verli, responsável pela aeronave da Avianca, e o copiloto, com o nome de guerra Maior, foi outro ponto fundamental. Os especialistas também explicaram como agem os tripulantes no momento em que ocorre esse tipo de emergência.

No contato com a torre, de acordo com o áudio obtido pelo Correio, o comandante fala, sem alteração na voz, todas as informações necessárias a fim de que o pessoal de terra tome as providências para o pouso forçado (veja transcrição de parte do diálogo). Sem pressa, ele voa por cerca de 20 minutos para queimar combustível e evitar um incêndio em caso de colisão mais forte. Claramente pensando no bem-estar dos passageiros, Verli diz à torre de comando que não vai seguir com um procedimento comum quando o trem de pouso trava. Nessa circunstância, o piloto faz um voo rasante em frente à torre para que os técnicos presentes vejam qual é o problema. “Não quero assustar os passageiros com uma passagem baixa”, justifica Verli.

“Ouvi o diálogo dele com a torre, o piloto se mostrou muito tranquilo. Mostrou que sabia muito bem o que estava fazendo, observa Adriana Faccini, instrutora de emergência e ex-comissária. “O mais importante em momentos como esse é manter a calma para seguir todas as instruções que o manual passa. Qualquer coisa errada em situações assim, por pequena que seja, pode agravar o caso”, confirma um piloto, que preferiu não ser identificado. Segundo esse profissional, o comandante do voo 6393 mostrou segurança e tranquilidade suficientes para que o pouso forçado fosse feito da maneira menos perigosa possível. (Diário de Pernambuco/ Foto: Daniel Ferreira/CB/D.A Press)

Share Button

EM NOVA OFENSIVA, EDUARDO CAMPOS DIZ QUE QUER PRESERVAR PETROBRAS

aeduduzãoNeste sábado (29), na cidade de Afogados da Ingazeira, no sertão do estado, onde cumpriu agenda administrativa, o governador e presidenciável Eduardo Campos (PSB) voltou a pedir uma investigação mais aprofundada sobre a Petrobras. Concorrente da presidente Dilma Rousseff (PT) nas eleições de outubro, o socialista voltou a tecer críticas ao governo federal, mas afirmou que seu intuito é de preservar a estatal brasileira.

Eduardo Campos explicou a razão da oposição ao governo Dilma endossar a CPI da Petrobras. “Você não pode ver empresa perder o valor que tinha, as dívidas se multiplicarem por quatro, ver um diretor envolvido e achar que não tem que haver investigação. É uma atitude infantil não querer discutir isso de maneira tranquilo”, afirmou.

De acordo com o governador e pré-candidato, o PSB defende a instalação da CPI. No entanto, ele enfatizou que não pretende fazer da comissão parlamentar de inquérito um ambiente para desestabilizar o governo federal. “O povo quer transparência. A Petrobras é a maior empresa do Brasil, uma empresa estratégica do setor de energia. O nosso partido não vai admitir que a CPI vire um palco de disputa eleitoral. Queremos apenas restaurar a credibilidade da Petrobras”, discursou. (Diário de Pernambuco/ Foto: Raul Buarque/SEI)

Share Button

PREFEITO ALEXANDRE ARRAES E PRIMEIRA-DAMA ROBERTA ARRAES PARTICIPAM DE INAUGURAÇÕES EM SALGUEIRO AO LADO DO GOVERNADOR EDUARDO CAMPOS

aalegov2 aalegov1O prefeito de Araripina, Alexandre Arraes (PSB) e a primeira-dama e presidente do diretório municipal do PSB, Roberta Arraes, estiveram participando na manhã deste sábado, 29, de inaugurações no município de Salgueiro ao lado do governador Eduardo Campos. O prefeito foi especialmente convidado pelo governador e pelo prefeito de Salgueiro, Marcone Sá, para participar das inaugurações da Unidade do Corpo de Bombeiros e de uma UPAE.

Os atos administrativos do governo do estado contaram com as presenças de várias lideranças políticas. A ex-prefeita de Salgueiro, Creusa Pereira, que é Assessora Especial do Governo do Estado e o Secretário Estadual da Fazenda, Paulo Câmara, pré-candidato a governador e o deputado federal Raul Henry, pré-candidato a vice-governador também integraram a comitiva de Educado Campos.

aalegrupu aalegrupu1Na comitiva do prefeito Alexandre Arraes estavam o vereador João Dias, o ex-vereador Boba Sampaio e os secretários de Desenvolvimento Econômico, Leonardo Batista, Administração, Sheila e de Distritos, Vilas e Povoados, Danda Simeão. O prefeito de Araripina também preside hoje o Cisape – Consórcio Intermunicipal do Araripe e vem se destacando politicamente no estado de Pernambuco, sendo considerado um dos melhores prefeitos do estado. Além da amizade pessoal com o governador Eduardo Campos o casal Alexandre e Roberta também são fundamentais na construção do PSB e importantes dentro do processo político e eleitoral.

aalegovEm todos os eventos que o governador Eduardo Campos participa o prefeito Alexandre Arraes a e primeira-dama Roberta Arraes sempre são convidados especiais. Esse reconhecimento do partido com o gestor de Araripina também é uma demonstração do trabalho sério, dedicado, transparente e, sobretudo do respeito ao erário público e ao povo.

Share Button

PREFEITO ALEXANDRE ARRAES VISITA ESCOLA MUNICIPAL E REAFIRMA COMPROMISSO COM A EDUCAÇÃO

aescolaNa manhã desta sexta-feira (28) o prefeito Alexandre Arraes e a primeira dama Roberta Arraes, juntamente com a secretária de Educação, Cybele Batista estiveram realizando visitas nas escolas do município. Uma delas foi a Escola José Neri de Oliveira, no bairro Alto da Boa Vista, para vistoriar a estrutura do prédio educacional que está totalmente reformada, além do novo fardamento que foi entregue esta semana para os estudantes municipais.

aescola1Para o prefeito Alexandre Arraes esta é mais uma conquista do governo “Unidos por Um Novo Tempo” que vem somando qualidade nos investimentos para a melhoria da educação dos estudantes da rede municipal.

“Esta semana realizamos várias visitas a distritos, sítios e agora chegou a vez de vermos como ficou cada escola com as reformas e também os uniformes que entregamos esta semana para os estudantes do município. Tivemos todo cuidado de escolher um material de qualidade, resistente, para que os alunos possam ter sua identificação e acima de tudo, com a garantia de proporcionar tanto a eles, quanto aos pais, a segurança que estamos trabalhando para cuidar ainda mais por cada um destes pequenos grandes aprendizes. Nossa meta é priorizar a educação”, disse o gestor.

aescola3 aescola2É desta forma que a Prefeitura de Araripina vem trabalhando com sua equipe, garantindo qualidade tanto para os professores quanto para os alunos da rede municipal de ensino, visando um novo tempo nos investimentos na educação e ainda favorecendo nos resultados do IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica.

ASCOM – PMA (Fotos: Fabiano Alencar)

Share Button

PREFEITURA DE EXU DIVULGA NOTA EM RELAÇÃO A IMPASSE COM CÂMARA MUNICIPAL

A Prefeitura Municipal de Exu, através da Assessoria de Imprensa, divulgou uma extensa nota pública onde faz os esclarecimentos em relação ao impasse e crise envolvendo a Câmara Municipal

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Prefeitura Municipal do Exu, através do seu Gestor Administrativo, o Sr. Léo Saraiva, vem esclarecer acerca da nota divulgada pela assessoria de comunicação da Câmara Municipal do Exu, em diversas meios de comunicação.

O Prefeito esclarece que, em momento algum tentou dificultar a construção do prédio para nova sede do Poder Legislativo Municipal, visto que, até o final do exercício financeiro de 2013, a referida obra existia na rubrica orçamentária anual do município.

Em 2010, foi publicado Edital de Tomada de Preços nº 002-2010, cujo objeto era a Construção e adaptação do novo do Prédio da Câmara Municipal, com prazo para a execução da obra previsto para 60 (sessenta) dias. E, não se tem conhecimento de quaisquer ações realizadas pelo Chefe do Poder Executivo Municipal que tenha, à época, impedido a conclusão do prédio.

Quando afirma que a obra “foi interrompida pela irresponsabilidade do governo atua”, a assessoria de comunicação da Egrégia Câmara Municipal mostra-se mal informada ou mesmo agindo de má fé, uma vez que é de conhecimento publico que a construção iniciada em novembro de 2010, foi paralisada no início do mês de janeiro de 2011. Em 28 de junho de 2011 a mesa diretora da Casa em reunião dos membros do Legislativo divulgou um relatório onde apresentava o motivo de não continuar a construção: o dinheiro que havia no caixa da Casa não era suficiente para pagar o restante da obra, ou seja, iniciaram uma obra sem o dinheiro necessário para pagar suas despesas (como poder ser visto nesta noticia publicada na imprensa local: “Novo prédio da Câmara Municipal não ficará pronto em 2011”http://www.folhadeexu.com.br/novo-predio-da-camara-municipal-nao-ficara-pronto-em-2010). Ficando evidente que, se a obra “foi interrompida por irresponsabilidade”, esta se deu por parte dos Gestores do Poder Legislativo Municipal.

Nesse interim, se faz necessário informar a população que, em relação aos valores descontados do duodécimo a nota distorce informações para tentar colocar os Gestores do Legislativo como vítimas, sendo que foram eles que agiram à margem do que a Lei determina. Pois, ao final de cada exercício financeiro, o presidente do Poder Legislativo deverá devolver ao Poder Executivo, os recursos que não foram utilizados na manutenção das atividades do Legislativo, o chamado “SALDO DE CAIXA”, o que vinha sendo realizado normalmente até o ano de 2008.Porém, com o advento do resultado das eleições de 2008, que proclamou o Sr. Léo Saraiva (PTB) como novo Prefeito do Exu,assumindo seu primeiro ano de mandato em 2009, o presidente da Câmara da época, bem como os demais que sucederam (todos pertencentes a oposição) deixaram de devolver aos cofres municipais o chamado “saldo de caixa”. E, como se não bastasse, na sessão do dia 21/05/2010, foi aprovado projeto de Resolução nº 001-2010, modificando a redação do Inciso VI do art. 22 do Regimento Interno da Câmara Municipal de Exu, passando a vigorar com a seguinte redação: “O saldo de caixa existente na Câmara ao final de cada exercício financeiro permanece sob a gestão do Poder Legislativo, podendo inclusive, ser aplicado no mercado aberto”.

Pelo que se pode perceber, a intenção do Poder Legislativo na época era se apoderar, “a qualquer custo” de valores que não lhe pertencia, mesmo que para isso fosse necessário infringir normas constitucionais e infraconstitucionais alterando seu Regimento Interno (que é norma organizacional da câmara) e tecendo manobras inadequadas para zerar o saldo de caixa a cada final de ano, não tendo o que devolver ao Executivo.

Como se não bastasse, em 2010, o próprio Poder Legislativo ingressou com ação judicial com o intuito de burlar a lei e conseguir ficar com os valores retidos indevidamente. Todavia, a querela chegou ao Tribunal de Justiça em sede de recurso, transitando em julgado em agosto de 2013, tendo sido entendido por aquela Corte ser arbitrária a retenção dos valores pelo Poder Legislativo, “batendo o martelo” a favor de Poder Executivo. Assim,de posse da referida decisão judicial, o Prefeito tentou, através da sua assessoria contábil, negociar com o Poder Legislativo a melhor forma de devolução dos valores, o que resultou na negativa por parte do Presidente da época. Novamente a questão chegou ao crivo do judiciário que, em decisão monocrática, autorizou o município a proceder o desconto de 30% (trinta por cento) dos repasses dos duodécimos mensalmente, até a quitação total do débito, cujo valor acumulado nos anos de 2008 a 2012 somou R$ 463.372,00 (Quatrocentos e sessenta e três mil, trezentos e setenta e dois reais), valores estes informados pelo próprio Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco, visto que a Câmara se recusava a dar informações ao Poder Executivo.

Lembrando que os descontos vinham ocorrendo desde o mês de agosto de 2013 (desde a gestão anterior), exatamente como foi determinado judicialmente, sendo a parcela final descontada no mês de março de 2014.

Entretanto, no dia 10/03 o gestor municipal foi surpreendido com um desconto no valor de R$ 70.746,46 (Setenta mil, setecentos e quarenta e seis reais e quarenta e seis centavos) debitado na cota de FPM a que o município faz jus nesta data. Na tentativa de entender o desconto, o Prefeito foi até a Receita Federal em Ouricuri e descobriu que se tratava de um débito de INSS da Câmara Municipal, referente as competências de outubro, novembro e dezembro/2013. Dessa forma, o gestor enviou ofício à Câmara solicitando a restituição do valor retido pela Receita Federal, não obtendo resposta nem sequer uma proposta de acordo.

Como a Mesa Diretora da Câmara de Exu acredita que a eles tudo é permitido, o Presidente apresentou um Projeto de Lei ao pleno do Legislativo, autorizando o Poder Executivo Municipal a celebrar termo de parcelamento de debito com cláusula de confissão, junto ao INSS – Instituto Nacional de Seguridade Social / Receita Federal, referente a débitos previdenciários da Câmara Municipal de vereadores do Exu-PE. Entretanto, a assessoria jurídica da câmara esqueceu de informar aos nobres vereadores que esse tipo de projeto é de iniciativa do Poder Executivo, constituindo assim em Inconstitucionalidade por vício de iniciativa.

A líder da bancada do governo, a Vereadora Fafa Saraiva, pediu prazo para análise do projeto e não foi concedido, alegando o Presidente que a matéria era de urgência. E sabem o que aconteceu? Pois é, isso mesmo. Lá quem manda é quem tem maioria: o projeto foi aprovado na mesma sessão do dia 14/03/2014, sendo encaminhado para sanção do Poder Executivo em 26/03/2014, ocasião em que o mesmo tomou conhecimento de que o débito da Câmara com o INSS monta de R$ 96.165,19 (Noventa e seis mil, cento e sessenta e cinco reais e dezenove centavos).

Tendo conhecimento de que o projeto de lei nasceu eivado de vício, o prefeito encaminhou veto total ao referido projeto de lei aprovado pela câmara, esperando o bom sendo dos vereadores para aceitação do veto, pretendendo encaminhar o mesmo Projeto à câmara para aprovação, de forma constitucional e, assim, regularizar a situação que ora se apresenta.

Só a título de informação, vale salientar que o Poder Executivo, desde 2012 tenta autorização do Poder Legislativo para parcelamento de débito do município junto ao EXUPREV e a oposição engaveta, rejeita e tudo faz para não aprovar o Projeto do Executivo Municipal (Como faz com tantos outros projetos que são encaminhados para aprovação). Frise-se ainda que, o município ingressou até com Mandado de Segurança na justiça, para ter seus projetos analisados pelo Poder Legislativo, conseguindo a segurança para que o Presidente procedesse a inclusão na ordem do dia dos projetos de lei nºs 011/2012 e 08/2013, como se pode ver na sentença publicada no dia 30/01/2014 (Processo nº 580-37.2013). Esses projetos se referem, respectivamente, ao Parcelamento do débito com o EXUPREV e do Orçamento do FEM – Fundo de Desenvolvimento Municipal. Como se vê, a bancada opositora do Legislativo Municipal (que é maioria) está muito mais preocupada com os interesses pessoais do que com o interesse do povo, visto que o FEM teve por finalidade a reforma da Rodovia Asa Branca e eles, que tanto falam em “desenvolvimento” fizeram de tudo para não ver o projeto acontecer. (Mas, graças a Deus aconteceu)!

Com relação ao prédio da Câmara, o qual foi objeto de discussão judicial, cabe informar que, a proposta inicial foi apenas de pagamento de aluguel, tendo em vista que o município arca com aluguel de vários prédios para o funcionamento das suas secretarias, não havendo que se falar em “ato arbitrário” do Poder Executivo, pois vários ofícios foram enviados, sem quaisquer respostas alternativas por parte do Legislativo. Entretanto, ao chegar na esfera judicial, vem as alegações de “perseguição política” por parte do Executivo, não tendo qualquer fundamento a referida alegação. Pois, PERSEGUIÇÃO, não é característica do governo atual e a população sabe muito bem disso.

Em face das informações passadas a população pela assessoria de comunicação da Câmara Municipal do Exu, eivadas de omissões, inverdades e má-fé, cabe ao Poder Executivo esclarecer que toda a situação se gerou por falta de diálogo entre os dois poderes, tendo em vista que o Legislativo se comporta de forma inacessível, apoderando-se do fato de que “são a maioria na casa” e se utilizando desta prerrogativa para atingir seus próprios interesses, “fazendo politicagem” durante toda legislatura, com o fito propósito de atrapalhar a administração municipal.

Atenciosamente,

Assessoria de comunicação  

Prefeitura Municipal do Exu

Share Button

PREFEITO ALEXANDRE ARRAES DÁ POSSE A LEONARDO BATISTA NA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E PROJETOS

DSC_0360

O ex-vereador e bacharel em Contabilidade Leonardo Batista foi empossado na noite desta quinta-feira, 27, Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Projetos da Prefeitura de Araripina. O ato solene e administrativo aconteceu na sede da pasta e contou com a participação de várias autoridades políticas, empresariais, representantes de entidades diversas, secretários municipais, assessores e o público em geral.

Leonardo foi empossado pelo Prefeito Alexandre Arraes que estava no ato acompanhado pela primeira-dama Roberta Arraes e o vice-prefeito Valmir Lacerda Filho e sua esposa a doutora Carla Janaína Lacerda. Os vereadores João Dias e Divona participaram do ato solene representando o Poder Legislativo. O governo do estado esteve representado pelo assessor especial Ricardo Arraes.

DSC_0362

DSC_0326

Leonardo Batista tem uma grande experiência no serviço público tendo sido vereador por duas legislaturas, quando no período de 2009 a 2010 presidiu o Poder Legislativo, além de ter sido o coordenador regional da União dos Vereadores de Pernambuco. Em sua fala, ele agradeceu a confiança que o prefeito Alexandre Arraes estava dando à sua pessoa para conduzir uma pasta tão importante no conjunto de ações empreendedoras que o município vem buscando e trabalhando. Disse que estava assumindo essa importante missão e desafio, mais que com a sua experiência administrativa iria buscar novas iniciativas de empreendimentos para o município, com a finalidade de gerar emprego e renda.

DSC_0291

 “Estou muito grato ao senhor prefeito pela confiança em que está depositando na minha pessoa. Assumo esse desafio com a certeza de que faremos um trabalho para ajudar Araripina a crescer e se desenvolver. Vejo no prefeito Alexandre Arraes à seriedade e o compromisso de trabalhar em benefício de nossa cidade e do nosso povo. Estou muito feliz em poder participar e somar com essa gestão que quer o bem de Araripina e do povo. Parabéns prefeito pela equipe comprometida que o senhor tem com o desenvolvimento de nosso município. Conte com a minha dedicação para desenvolver projetos importantes e que trarão emprego e renda para Araripina”, disse Leonardo Batista.

DSC_0357

O vereador João Dias, representando o Poder Legislativo, deu as boas vindas a Leonardo Batista e lembrou da sua trajetória quando era legislador no município. Chamando-o de amigo, João Dias destacou a inteligência e o poder de agregar as pessoas e os valores que Leonardo tem e com isso só quem vai ganhar é a gestão municipal e a população.

O vice-prefeito Valmir Filho também destacou a capacidade de trabalho e de articulação de Leonardo e externou a sua felicidade em poder contar com o mesmo como integrante da equipe e aliado político.

DSC_0332

O prefeito Alexandre Arraes encerrou o ato solene e lembrou da trajetória política da família de Leonardo Batista, que é filho do ex-prefeito e médico Pedro Batista e irmão do ex-deputado estadual Eduardo Farias. De acordo com o prefeito, a família do secretário empossado tem uma extensa folha de serviços prestados ao município e por conta disso fez questão de fazer o convite para que Leonardo integrasse a equipe de governo. “Temos um grande respeito pela família de Leonardo, que muito tem contribuído para o desenvolvimento de Araripina. Fizemos o convite para que ele integrasse a nossa equipe porque sabemos da sua capacidade e temos certeza que vai contribuir muito com a nossa proposta de uma Araripina de um novo tempo, trabalhando com responsabilidade, equilíbrio e respeito ao erário público, fazendo chegar as ações a quem realmente precisa”, afirmou o prefeito.

ASCOM PMA

Share Button

COMPESA ABRE INSCRIÇÕES PARA CONCURSO E OFERECE 70 VAGAS

acompesaO Diário Oficial do Estado de Pernambuco publicou, nesta última quarta-feira (26), o edital de concurso público para preenchimento de 70 vagas na Compesa. Há vagas para níveis fundamental, médio, técnico e superior. Os salários variam de R$ 1.089,71 a R$ 6.154,00. As inscrições podem ser efetuadas a partir das 14h da próxima segunda-feira (31) e seguem até 23 de abril.

São 42 vagas para o cargo de auxiliar de saneamento e gestão, duas vagas para assistentes de gestão e de serviços comerciais, quatro vagas para formação técnica em contabilidade, enfermagem e mecânica.

Para nível superior, há 13 vagas para cargos de engenharia civil (9), engenharia de segurança do trabalho (1), engenharia eletrotécnica (1), engenharia eletrônica (1) e engenharia química (1), administrador (3), comunicação social/relações públicas (1), gestão de pessoas/administração (1), analista de tecnologia da informação (1), assistente social (1) e economista (1).

As inscrições podem ser efetuadas através do site da organizadora do concurso, Fundação Getúlio Vargas (FGV), onde também é possível encontrar o edital. O valor da taxa de inscrição é de R$ 39 para o nível fundamental, R$ 53 para médio e técnico e R$ 78 para superior.

Share Button

PREFEITURA DE ARARIPINA E MINISTÉRIO DO TRABALHO FIRMAM PARCERIA MELHORANDO O ATENDIMENTO A CRIANÇAS E JOVENS

atrablahA Prefeitura de Araripina segue com parcerias que dão certo para garantir qualidade para as crianças e juventude, promovendo mais educação e novos investimentos, retirando estes que vivem no trabalho infantil.

Recentemente a Procuradoria do Trabalho realizou visitas ao município para vistoria de imóveis dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV, ao exemplo dos antigos PETI e PROJOVEM, e frisou algumas recomendações importantes.

Com isso, foi recomendado a Secretaria de Desenvolvimento Social para atender melhor as crianças e juventude, a reforma das unidades, aquisição de novos móveis, garantia de atendimento diário, garantia de lanche para os grupos, entre outros. Em contrapartida, a Procuradoria do Trabalho direcionou as multas aplicadas nas empresas fiscalizadas,e com os recursos obtidos no valor total de R$ 7.670,00 solicitou a aquisição de cincoTV’s, cincoDVD’s, dois sons portáteis, propondo atendimento para cinco núcleos dos SCFV.

Isso só foi possível graças ao empenho da Prefeitura de Araripina, através do prefeito Alexandre Arraes, em adequar e melhorar os serviços de assistência social as crianças e jovens identificados e afastados do trabalho proibido.

ASCOM – PMA (Fotos: Gustavo Mendes)

Share Button

APÓS CINCO ANOS DE INADIMPLÊNCIA, OURICURI VOLTARÁ A RECEBER RECURSOS DO FNDE/PDDE

aouricuriEsta semana o Prefeito de Ouricuri, Cezar de Preto, acompanhando pelo Procurador do Município, Dr. Agripino Junior, e o Contador Erasmo Correia, foram à Brasília em busca de novidades para o município. Nesta quarta (26) eles estiveram na sede do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), onde na oportunidade conseguiram resolver todas as pendências do município relacionadas ao Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).

Com esta nova ação do governo municipal, os caixas escolares do município que não recebiam esse recurso desde 2009, volta a receber os recursos do PDDE. Para esse ano é estimado R$ 888.260,00, que devem ser liberados para Ouricuri entre os meses de julho e setembro.

Estes recursos serão depositados pelo FNDE diretamente nas contas dos caixas escolas do município para custear pequenas despesas, tais como: Aquisição de materiais de consumo; materiais permanentes e para fazer pequenos reparos nas estruturas físicas das escolas municipais.

O município de Ouricuri estava inadimplente com o FNDE/PDDE deste de 2009 com problema nas prestações de contas dos exercícios de 2003, 2004, 2006 e 2008.

ASCOM PMO

Share Button