INSCRIÇÕES PARA CONCURSO PÚBLICO DA COMPESA ENCERRAM NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA (4)

O período de inscrições para o novo concurso público da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) encerra na próxima segunda-feira, dia 4 de junho. As inscrições podem ser feitas no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), organizadora do certame, onde também está disponível o edital do concurso – http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/compesa2018. A empresa disponibilizou 63 vagas para os níveis médio, médio técnico e superior, com salários que variam de R$ 1.442,36 a R$ 6.743,28 Também está prevista a reserva de 14 vagas para pessoas com deficiência.

A Compesa lembra que o prazo limite para pagamento do boleto referente à inscrição é dia 6 de junho, próxima quarta-feira. As inscrições, que iniciaram no dia 30 de abril, têm o valor de R$ 69,00 para nível médio e médio técnico, R$ 79,00 para Analista de Gestão e R$ 89,00 para Analista de Saneamento. Para quem solicitou isenção da taxa de inscrição, já está publicado no site da FGV o resultado preliminar da análise dos pedidos, com a relação dos candidatos deferidos.

Este é o sétimo concurso público promovido para ampliação e renovação do quadro profissional da Compesa, nos últimos 12 anos, e disponibiliza 28 vagas para o cargo de Assistente de Saneamento e Gestão (nível médio), cuja especialidade é de Assistente de Gestão e Serviços Comerciais, e outras 11 vagas para Assistente de Saneamento e Gestão (nível médio técnico) distribuídas nas especialidades de Técnico em Contabilidade e Técnico Operacional com habilitação em Desenho Técnico, habilitação em Topografia, habilitação em Mecânica, e habilitação em Edificações.

São oferecidas 24 vagas para nível superior, sendo nove para Analista de Gestão e 15 para Analista de Saneamento. Para concorrer a uma das vagas de Analista de Saneamento, os profissionais precisam ter formação nas engenharias Elétrica com habilitação em Eletrônica, Elétrica com habilitação em Eletrotécnica, Química, Civil e Cartográfica. Já para as vagas de Analista de Gestão, os candidatos precisam ter formação em Administração, Ciência da Computação ou Sistema da Informação e Enfermagem com especialização em Enfermagem do Trabalho.

Share Button

PERNAMBUCO DESTACA-SE EM AÇÕES DE COMBATE AO TRABALHO INFANTIL

Pernambuco está em primeiro lugar no país, em números de execução de ações de enfrentamento ao trabalho infantil. O Estado também se destaca entre as dez gestões com boas práticas na área. Esses dados constam no Sistema de Monitoramento do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).

O Governo do Estado, através da Coordenação Estadual das Ações Estratégicas do PETI, cumpriu toda a sua programação de ações estratégicas de 2017, com o assessoramento, monitoramento e atividades de apoio ao enfrentamento do trabalho infantil nos 68 municípios que contam com a gestão do PETI.

Por conta disso, Pernambuco foi o único Estado do país a receber recursos do cofinanciamento do governo federal para a execução das ações de 2018. O dinheiro está nas contas dos municípios, garantiu a gestora da Gerência de Proteção Social Especial de Média Complexidade (GEPMC) da Secretaria Executiva de Assistência Social (SEASS), Lioniza Santos.

Os 68 municípios com gestão do PETI, contam com equipes formadas por profissionais capacitados para desenvolver, nos seus territórios, ações de busca ativa e identificação do trabalho infantil e realizar os encaminhamentos para atendimento nos equipamentos e serviços da assistência social.

Números – Em 2017 foram realizadas em Pernambuco, 55 capacitações para a Rede Socioassistencial e de Proteção à Criança e ao Adolescente, formando 1.650 profissionais. Outros 400 técnicos participaram de um curso (EaD) sobre trabalho infantil, promovido pelo Capacita SUAS.

“O Estado trabalha fortemente na qualificação profissional das equipes e na sensibilização da população sobre essa temática”, afirma Lioniza Santos. De acordo com ela, nesse último ano, foram realizados o Encontro Estadual do PETI (Recife) e três Encontros Regionalizados: no Sertão do Araripe, na Zona da Mata Norte e no Sertão do São Francisco. Além disso, foram promovidas visitas a 73 municípios e 142 articulações com órgãos e instituições, para a execução de ações de enfrentamento ao trabalho infantil em cidades do interior de Pernambuco.

A Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios (PNAD), de 2015, estima que em Pernambuco, 123 mil crianças e adolescentes na faixa etária de 5 a 17 anos estejam em situação de trabalho infantil. “Estamos realizando um trabalho intensivo para reduzir, a médio prazo, esses índices no Estado”, afirma o coordenador das Ações Estratégicas do PETI em Pernambuco, Leônidas Leal.

Dentro dessas atividades Leônidas Leal destaca a realização de 20 audiências públicas nos municípios, a partir das Ações Estratégicas do PETI (Aepetis), 105 reuniões e atendimento presenciais às equipes municipais (942 profissionais), 24 palestras sobre o trabalho infantil e a realização de duas campanhas estaduais.

Share Button

FRENTE DAS OPOSIÇÕES ANUNCIA PRÉ-CANDIDATOS DIA 11/06

Os partidos que compõem a Frente das Oposições de Pernambuco – PTB, DEM, PSDB, PODEMOS, PV, PRB e PPS – em respeito e solidariedade à população de Pernambuco, que ainda sofre os efeitos dos graves problemas motivados pela crise nacional de abastecimento que atinge a todos, resolvem estabelecer uma nova data para o lançamento oficial dos pré-candidatos a Governador e Senador de sua chapa majoritária.

Conscientes de que toda a prioridade neste momento deve ser dedicada ao diálogo e à união de esforços para contribuir com a volta à normalidade, decidem transferir para o próximo dia 11 de Junho o anúncio e entrevista coletiva de imprensa com vistas às eleições de 2018.

Frente das Oposições de Pernambuco

 

Share Button

MINISTÉRIO PÚBLICO FAZ RECOMENDAÇÃO CONTRA ALTA DE PREÇOS EM IPUBI

Promotor de Justiça Bruno Miquelão Gottardi 

O Ministério Público de Pernambuco por meio do Promotor de Justiça Bruno Miquelão Gottardi, expediu uma recomendação aos Postos de Gasolina e revendedores de gás de cozinha do município de Ipubi, que se abstenham de elevar preços de suas mercadorias a níveis arbitrários, sob pena de responderem criminalmente por tal conduta. O descumprimento pode acarretar em 2 a 10 anos de detenção e multa.

A recomendação expedida nesta tarde desta quarta-feira (30) tem como base as notícias veiculadas na imprensa que postos de gasolina, aproveitando-se da greve dos caminhoneiros, elevaram os preços de seus produtos a patamares exorbitantes, uma vez que o aumento de preços representa práticas abusivas e são condenados pelo Código do Consumidor, além de crime contra a economia popular, punido com pena de detenção de 2 a 10 anos e multa.

Estão oficiados todos os proprietários de postos de combustíveis e revendedores de gás do município, o Delegado de Polícia Civil de Ipubi, o Comandante da 9º Companhia Independente da Polícia Militar de Araripina, rádio local, demais órgãos de comunicação e sociedade em geral. Ainda segundo o documento, caso haja notícia de descumprimento, serão tomadas as providências cabíveis.

Ofício Nº 068/2018 PJI, ao qual se remete o documento à Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Ipubi para fins de divulgação e a Recomendação 001/2018 estão disponíveis no Portal da Prefeitura de Ipubi, através do endereço www.ipubi.pe.gov.br, e podem ser consultados através do link http://www.ipubi.pe.gov.br/media/normas/decreto_0372018.pdf

Da Assessoria de Comunicação | Prefeitura de Ipubi
Foto: Álisson Édypo | Agência Bem Criativa

Share Button

MPPE EXPEDE RECOMENDAÇÃO PARA QUE POSTOS DE GASOLINA E REVENDEDORES DE GÁS DE COZINHA DE SALGUEIRO NÃO REALIZEM AUMENTOS DE PREÇOS

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio da 3ª Promotoria de Justiça de Salgueiro, expediu a Recomendação n.º 001/2018, publicada no Diário Oficial do MPPE de 29 de maio, que orienta os proprietários de posto de gasolina e revendedores de gás de cozinha (Gás Liquefeito de Petróleo – GLP) a não realizarem aumento no preço dos seus produtos. A medida visa proteger o consumidor neste momento de desabastecimento, evitando que empresários tirem proveito da situação para realizar aumentos abusivos.

Os donos de postos de combustível e revendedores de gás de cozinha que estiverem realizando aumentos abusivos poderão ser responsabilizados, visto que é crime contra a economia, com a punição podendo chegar de dois a cinco anos de detenção, além do pagamento de multa, conforme a Lei Federal nº 8.137/1990. A Recomendação foi, ainda, enviada à Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) e para o 8º Batalhão de Polícia Militar, para que possam tomar as devidas medidas a fim de prevenir quaisquer crimes cometidos contra a relação de consumo e contra a economia popular.

Share Button

EXÉRCITO DIZ QUE ‘MALUCOS’ APOIAM INTERVENÇÃO

Eliane Cantanhêde, O Estado de S. Paulo

BRASÍLIA – O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, diz que há “chance zero” de setores das Forças Armadas, principalmente da ativa, mas também da reserva, se encantarem com a volta dos militares ao poder. Admite, porém, que há “tresloucados” ou “malucos” civis que, vira e mexe, batem à sua porta cobrando intervenção no caos político.

“Esses tresloucados, esses malucos vêm procurar a gente aqui e perguntam: ‘Até quando as Forças Armadas vão deixar o País afundando? Cadê a responsabilidade das Forças Armadas?’” E o que ele responde? “Eu respondo com o artigo 142 da Constituição. Está tudo ali. Ponto”.

Pelo artigo 142, “as Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.”

O que o general chama hoje de “tresloucados” corresponde a uma versão atualizada das “vivandeiras alvoroçadas” que, segundo o marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, primeiro presidente do regime militar, batiam às portas dos quartéis provocando “extravagâncias do Poder militar”, ou praticamente exigindo o golpe de 1964, que seria temporário e acabou submetendo o País a 21 anos de ditadura. “Nós aprendemos a lição. Estamos escaldados”, diz agora o comandante do Exército.

Ele relata que se reuniu com o presidente Michel Temer e com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, e avisou que a tropa vive dentro da tranquilidade e que a reserva, sempre mais arisca, mais audaciosa, “até o momento está bem, sob controle”. De fato, a crise política, econômica e ética atinge proporções raramente vistas, mas os militares da ativa estão mudos e os da reserva têm sido discretos, cautelosos.

“Eu avisei (ao presidente e ao ministro) que é preciso cuidado, porque essas coisas são como uma panela de pressão. Às vezes, basta um tresloucado desses tomar uma atitude insana para desencadear uma reação em cadeia”, relatou o general Villas Bôas, lembrando que há temas mais prosaicos do que a crise, mas com igual potencial de esquentar a panela, como os soldos e a Previdência dos militares.

Na sua opinião, Temer “talvez por ser professor de Direito Constitucional, demonstra um respeito às instituições de Estado que os governos anteriores não tinham. A ex-presidente Dilma (Rousseff), por exemplo, tinha apreço pelo trabalho das pessoas da instituição, mas é diferente”.

Em entrevista ao Estado, na sua primeira manifestação pública sobre a crise política do País, o comandante do Exército admitiu que teme, sim, “a instabilidade”. Indagado sobre o que ele considerava “instabilidade” neste momento, respondeu: “Quando falo de instabilidade, estou pensando no efeito na segurança pública, que é o que, pela Constituição, pode nos envolver diretamente”.

Aliás, já envolve, porque “o índice de criminalidade é absurdo” e vários Estados estão em situação econômica gravíssima, como Rio de Janeiro, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Minas Gerais. Uma das consequências diretas é a violência.

Ao falar sobre a tensão entre o Judiciário e o Legislativo, depois que o ministro Marco Aurélio Mello afastou o senador Renan Calheiros da presidência do Senado por uma liminar e Renan não acatou a ordem judicial, o comandante do Exército admitiu: “Me preocupam as crises entre Poderes, claro, mas eles flutuam, vão se ajustando”.

O general disse que se surpreendeu ao ver, pela televisão, que um grupo de pessoas havia invadido o plenário da Câmara pedindo a volta dos militares. “Eu olhei bem as gravações, mas não conheço nenhuma daquelas pessoas”, disse, contando que telefonou para o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) para se informar melhor e ouviu dele: “Eu não tenho nada a ver com isso”.

Bolsonaro, um capitão da reserva do Exército que migrou para a vida política e elegeu-se deputado federal, é uma espécie de ponta de lança da direita no Congresso e não apenas capitaneia a defesa de projetos caros às Forças Armadas, como tenta verbalizar suas dúvidas, angústias e posições e se coloca como potencial candidato à Presidência em 2018.

“No que me diz respeito, o Bolsonaro tem um perfil parlamentar identificado com a defesa das Forças Armadas”, diz o general, tomando cuidado com as palavras e tentando demonstrar uma certa distância diplomática do deputado.

É viável uma candidatura dele a presidente da República em 2018, como muitos imaginam? A resposta do general não é direta, mas diz muito: “Bolsonaro, a exemplo do (Donald) Trump, fala e se comporta contra essa exacerbação sem sentido do tal politicamente correto”.

 

Share Button

SESI/PE PRORROGA EXAMES GRATUITOS DE MAMA E PRÓSTATA EM PETROLINA ATÉ DIA 07 DE JUNHO

Inicialmente previsto para terminar hoje (30), os exames gratuitos de próstata oferecidos pelo Sesi em Petrolina. Devido à crise dos combustíveis, o Serviço Social da Indústria de Pernambuco (Sesi/PE) resolveu prorrogar, até o dia 07 de junho, a oferta de exames gratuitos destinados à prevenção aos cânceres de mama e próstata na cidade. Serão oferecidos mais 450 exames, sendo 300 de mama e 150 de próstata para pessoas do município e arredores.

Então, na próxima terça (05) e quarta-feira (06) haverá o atendimento às mulheres e na quinta (07) aos homens. Assim como nas primeiras semanas, serão distribuídas 150 fichas diariamente e a realização dos exames ocorrerá das 8h às 13h, no Sesi Petrolina, que fica no Parque Municipal, nº 01, no Centro. Mais informações pelos telefones 0800.600.9606 ou (87) 3861.1369.

Para prevenir o câncer de mama serão realizados os exames de ultrassonografia e, se necessário, mamografia. Já para os homens serão oferecidos o ultrassom da próstata e, quando precisar, o PSA, exame de sangue que complementa o diagnóstico da doença. No caso do exame de próstata, também é necessário fazer jejum de 4h.

Qualquer pessoa a partir de 40 anos poderá ser atendido. Para isso, basta apresentar o CPF. No entanto, como os trabalhadores da indústria têm prioridade, será preciso mostrar também o crachá da empresa ou a carteira de trabalho para garantir a preferência. Pessoas com menos de 40 anos poderão ser atendidas, desde que apresentem o encaminhamento de um médico.

“Decidimos prorrogar o atendimento para beneficiar a população, que vinha apresentando uma grande procura pelo serviço antes da greve”, afirma o superintendente do Sesi/PE, Nilo Simões, lembrando que nas duas últimas semana (de 21 a 30) foram oferecidos 1.050 exames na cidade e no início do mês, foram realizados mais de 800 exames em Araripina. A meta da entidade é chegar a 27 mil exames gratuitos em Pernambuco até o final do ano.

Cronograma
Dia Tipo de Exame Quantidade
05/06 Mama 150 exames
06/06 Mama 150 exames
  Total 300 exames
07/06 Próstata 150 exames
  Total 150 exames
Total de exames   450 exames
Share Button

PETROLEIROS IGNORAM A JUSTIÇA E DEFLAGRAM GREVE

Por Josias de Souza

Desafiando uma ordem judicial, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) deflagrou no início da madrugada desta quarta-feira uma greve de três dias. Horas antes, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) havia considerado ilegal a paralisação nas instalações da Petrobras. A FUP recorrerá contra a decisão.

O sindicalista José Maria Rangel, coordenador geral da FUP, deu de ombros para a proibição: “A Justiça do trabalho está agindo como a justiça do capital. Esse é o papel que ela tem cumprido ao longo dos últimos anos”, disse, numa reunião com movimentos sociais e sindicais na sede da CUT do Rio de Janeiro.

A FUP abriu no seu site uma página para o acompanhamento ”minuto a minuto” da adesão à greve. Em sua página no Facebook, a federação noticiou à 1h da madrugada: “Greve dos petroleiros começa por refinarias, terminais e plataformas.”

O texto anotou: “A greve nacional dos petroleiros contra a política de preços de derivados da Petrobras começou aos primeiros minutos desta quarta-feira, 30, em diversas refinarias e terminais da empresa.”

A ilegalidade da greve foi declarada pelo TST a pedido da Advocacia-Geral da União e da Petrobras. Coube à ministra Maria de Assis Calsing relatar o caso. Ela tachou a greve de “política”, proibindo-a. Foi à canela: “Beira o oportunismo a greve anunciada…” Fixou multa diária R$ 500 mil para a hipótese de descumprimento.

José Maria Rangel, o mandachuva da FUP, admitiu que a greve dos petroleiros tem mesmo um DNA político. E ele não parece enxergar nenhum problema nisso. Avalia que, para fazer política basta respirar.

“…A primeira coisa que os ministros do TST tinham que se perguntar é como que eles chegaram ao Tribunal”, disse o sindicalista. “Foi através de indicação política. O fim da Justiça do Trabalho, imposta pelo golpe, também é uma decisão política. O fato de Pedro Parente estar destruindo a Petrobrás é uma decisão política. Tudo em nossa vida gira em torno da política.”

 

Share Button

MARINA SILVA DECLARA APOIO A ANTONIO SOUZA E PRÉ-CANDIDATURA AO SENADO GANHA CORPO

Assessoria de Comunicação / Foto: divulgação

Único fato novo na disputa pelo Senado Federal, o empreendedor social Antonio Souza saiu da reunião com Marina Silva com um grande trunfo nas mãos: o apoio da presidenciável, líder maior da Rede Sustentabilidade, à sua pré-campanha ao Senado Federal. Com a garantia de Marina que o partido apoiará a sua candidatura, Antonio engrossa cada vez mais o pescoço rumo à Casa Alta.

Depois do movimento, a pré-campanha de Antonio, que vem ganhando corpo toda semana, com sucessivos apoios políticos, tem tudo para deslanchar de vez. Ele entra na disputa com a experiência de empreendedor social que superou uma infância de pobreza e doença para ter obtido o sucesso na vida empresarial; seu principal ativo para ingressar na vida pública.

O empreendedor social é o único postulante, vale salientar, que já agregou seis partidos no seu futuro palanque. Estão com ele, além da Rede, o PTC, PPL, PRP, PMN e o PROS. Antonio é também o único pré-candidato ao Senado que defende temas sensíveis aos pernambucanos como a implantação da Zona Franca do Semiárido Nordestino, uma área de livre comércio semelhante à de Manaus, e a instalação do INSS Digital em todo o estado.

Marina Silva, que confirmou vinda ao Recife para ato de Antonio Souza ainda a ter sua data definida, foi só elogios ao pré-candidato da Rede. “É uma satisfação poder conhecer você. Parabéns pela história, pela trajetória. E parabéns pela escolha que faz de caminhar conosco na Rede Sustentabilidade. Vamos trabalhar para a gente mudar o Brasil; mudar o estrado de Pernambuco. Para a gente ter melhores dias. Ninguém melhor do que aqueles que conseguem liderar pelo exemplo. Uma vida que mostra como é possível superar as dificuldades”, disse Marina, em um vídeo postado nas redes sociais.

PTC – Articulado em Brasília, Antonio Souza conseguiu atrair o apoio do PTC à chapa completa da Rede Sustentabilidade, formada ainda por Julio Lossio ao Palácio do Campo das Princesas e Pastor Jairinho para o Senado. Trata-se do primeiro partido a fechar com a chapa da Rede. O anúncio foi feito durante a posse do novo diretório do PTC em Pernambuco, comandado pelo ex-vereador José Reginaldo, o Zé Bolacha, de Araripina.

 

 

Share Button

‘NÃO TEMOS MAIS COMO NEGOCIAR’, DIZ TEMER SOBRE GREVE DE CAMINHONEIROS

Folhape

O presidente Michel Temer afirmou nesta terça-feira (29) que não há mais como disponibilizar recursos federais para convencer os caminhoneiros grevistas a interromper paralisação nacional.

Segundo ele, não há como negociar novas concessões, uma vez que já foram esgotados todos os meios financeiros para se chegar a um acordo com a categoria. “Nós esprememos todos os recursos governamentais para atender aos caminhoneiros em reivindicações legítimas e para não prejudicar a Petrobras. A esta altura, não temos mais como negociar, não temos mais o que fornecer”, disse.

Em entrevista à TV Brasil, o presidente disse acreditar que a crise de desabastecimento de alimentos e combustíveis será encerrada a partir desta quarta-feira (30). “Eu percebo que os líderes dos movimentos estão dizendo para voltar ao trabalho. E isso esta começando a dar resultado”, afirmou.

Ele observou que, até o momento, a Polícia Federal já instaurou 47 inquéritos contra militantes políticos que se infiltraram nos bloqueios rodoviários. “É preciso exercitar a autoridade prevista no texto constitucional. Se necessário for, nós ainda a utilizaremos. Mas eu acho que não haverá necessidade, porque os movimentos estão se desmobilizando”, disse.

Só a diminuição do óleo diesel teve um impacto de R$ 13,4 bilhões nas contas governamentais. A equipe econômica estuda agora que fontes de recursos poderão ser usadas para compensar a perda. “O governo federal chegou ao limite de disponibilidade. Não há como ceder mais nada que represente custo”, disse à reportagem o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha.

Ele antecipou que o governo federal pretende deslocar valores da reoneração da folha de pagamento, aprovada no Congresso Nacional, e das cobranças da Cide e do PIS/Cofins. O restante, segundo ele, será feito por remanejamento de recursos fiscais, ainda não definidos.

Share Button

ABERTURA DE SÃO JOÃO DE CAMPINA GRANDE É ADIADA

Folhape

A três dias da abertura oficial do São João em Campina Grande, a prefeitura do município paraibano decidiu, na tarde desta terça-feira (29), adiar os festejos juninos em uma semana. A festa, que começaria nesta sexta (1º), terá início agora no dia 8 de junho e deve durar até o dia 8 de julho.

Segundo a Prefeitura de Campina Grande, a decisão foi tomada devido às dificuldades enfrentadas pela organização em virtude do aumento dos combustíveis, que resultou na paralisação dos caminhoneiros. A prefeitura deve informar durante os próximos dias a programação da festa, que deve sofrer alterações.

Share Button

BLOQUEIO DE SUAPE É REMOVIDO DURANTE A MADRUGADA

Coletiva de imprensa com secretário de planejamento, Marcio Stefanni
Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco 

Folhape

Os acessos ao Porto de Suape estão desobstruídos segundo o secretário de Planejamento e Gestão de Pernambuco, Márcio Stefani. Comboios da Polícia Militar (PM) e do Exército estão sendo usados para desfazer eventuais bloqueios e a PM fica no local até normalizar o abastecimento. As ordens judiciais para desocupação imediata foram emitidas pelas justiças Federal e Estadual no final da tarde da terça-feira (29).

Em entrevista à TV Globo na manhã desta quarta-feira (30), ele afirmou: “Ontem [quarta, 29] à noite quando retomamos Suape passaram cem caminhões que estavam no Batalhão e já ingressaram no Porto de Suape de madrugada. Eles estão indo e voltando fazendo várias viagens para atender a demanda do povo de Pernambuco. Pedimos que a população se acalme”, disse o secretário.

Stefani lembra que o presidente do Sindicato de Combustíveis falava em 5 a 7 dias para reabastecer todos os estoques e normalizar o fluxo. “Mandamos diesel e gasolina para o interior, diesel para os veículos maiores. O interior continua a receber esse fluxo”, disse.

Interior

“Antes da gente retomar Suape já havia combustível em Caruaru, São Bento do Una [ambos do Agreste] e seguindo para Arcoverde [Sertão]. Quem tiver seu combustível comprado poderá sair para o interior”, disse o secretário. Stefani informou que dez caminhões-tanque foram levados ao interior na noite de terça-feira (29) escoltados pela Polícia e pelo Exército e três grandes comboios estão previstos para hoje. Há ainda ambulâncias indo ao interior trazer pacientes para tratamento.

Suape

Por volta de 5h da manhã vários caminhões-tanque foram vistos saindo de Suape e a passagem de carros pequenos e ônibus está se normalizando aos poucos. Também no Bom Dia Pernambuco, André Campos, secretário da Casa Civil, informou que “depois da operação da madrugada leva uns dois a três dias para normalizar a situação”.

Share Button

ARARIPINA E IPUBI PARTICIPAM NOVAMENTE DO DIA DO DESAFIO

Sesc Ler coordena atividades esportivas gratuitas em diversos locais dos dois municípios

Araripina e Ipubi serão as cidades representantes do Sertão do Araripe na 24ª edição do Dia do Desafio, que acontecerá no dia 6 de junho. Coordenado pelo Sesc, com iniciativa da The Association for International Sport for All, o projeto é realizado pelas prefeituras municipais. As atividades terão início às 00h nos dois municípios, com várias modalidades esportivas distribuídas em espaços públicos, escolas, academias e no Sesc. Todas as atividades são gratuitas e não é necessário se inscrever previamente.

Diversas cidades de mais 20 países do mundo participarão desta edição do projeto, cuja dinâmica sorteia municípios de porte semelhante para uma competição saudável, mobilizando a população contra o sedentarismo. Com o tema “Você se mexe e o mundo mexe junto”, Araripina vai disputar com a cidade de Surubim – PE e Ipubi com João Alfredo- PE.

Em 2018, o Dia do Desafio propõe um novo formato de participação. A partir de agora, as cidades se enfrentarão por três anos. O objetivo é promover a competição, mas também, a cooperação. A ideia é que as cidades troquem experiências, se ajudem e inspirem mutuamente.

No ano passado Araripina venceu a cidade de Bobures, na Venezuela. 44,77% dos 77.302 habitantes aderiram ao projeto, totalizando 34.611 participações. Já Bobures mobilizou apenas 27,97% dos seus 60.819 moradores, totalizando 17.010 pessoas.

“Para que a participação no Dia do Desafio seja validada cada participante precisa ligar para o número o 0800 321 1688 após a atividade física. Vamos estimular atividades ao ar livre e em locais de grande circulação de pessoas”, revela a professor de esportes do Sesc Ler Araripina, Daniel Ozires.

Confira abaixo os locais das ações:

Araripina

 00h – Abertura do Dia do Desafio com queima de fogos, atividades esportivas (desafio de futebol society), (desafio de futsal) corrida e caminhada com o grupo Arari Running. Torneio de Futebol Society – Professores x Pastoral da Família e Equipe os Pipeiros x SESC Ler;

5h30 às 7h – Acorda Araripina (ruas da cidade) – atividade física e alongamento (Pátio do Hotel Pousada do Araripe, pátio da Igreja Matriz  e ruas do comércio);

6h às 10h – O Desafio vai às academias (Academia Fitness, Academia Corpus, Academia Sesc Araripina e Academia Vida Ativa).

10h às 11h – Ginástica recreativa, jogos de salão, jogos populares (Sesc Ler Araripina)

6h às 7h – Alongamento e caminhada com Grupo de Idosos Aconchego do Sertão e Lar Geriátrico;

07h30 às 11h30 – O Desafio vai às Escolas: Escola SESI, SENAI, Escola Dom Malan, CEA, Destak, Centro Educacional Tia Iária, Escola Integração, Escola Nova Geração, Escola Estadual Professor Manoel Bonifácio Costa, Escola de Referência Josias Inojosa Oliveira, Escola Estadual Luís Gonzaga Duarte, Escola Estadual Padre Luís Gonzaga, Escola Estadual da Independência, Escola Estadual Manoel Ribeiro Damasceno (Gergelim), Escola Municipal Bom Jesus da Lapa (Gergelim), Escola Estadual Anísio Rodrigues Coelho (Nascente), Escola Mun. Virgílio Coelho (Nascente), Escola Mun. Eva Modesto Cordeiro (Nascente), Escola Mun. Costa e Silva (Rancharia), Escola Estadual Vitalina Maria de Jesus (Rancharia), Escola Estadual Moisés Bom de Oliveira (Morais), Escola Mun. Dionísio Bom de Oliveira (Morais), Escola Estadual São João Batista (Lagoa do Barro), Escola Mun. Otavio Pereira de Melo (Lagoa do Barro), Escola Municipal Maria Luzanira Muniz Ramos, Escola Municipal Antonieta Salatiel Alencar Arraes, Escola Mun. José Neri de Oliveira, Escola Mun. Iracema, Escola Municipal da Jurema, Escola Municipal Eduardo de Souza Carvalho, Escola Municipal Juscelino Kubitschek;

8h às 11h30 – Ginástica laboral no comércio e nas indústrias e entidades sociais (ruas do comércio, pátio da feira);

13h às 17h – O Desafio vai às Escolas: Escola SESI, SENAI, Escola Dom Malan, CEA, Destak, Centro Educacional Tia Iária, Escola Integração, Escola Nova Geração, Escola Estadual Professor Manoel Bonifácio Costa, Escola de Referência Josias Inojosa Oliveira, Escola Estadual Luís Gonzaga Duarte, Escola Estadual Padre Luís Gonzaga, Escola Estadual da Independência, Escola Estadual Manoel Ribeiro Damasceno (Gergelim), Escola Municipal Bom Jesus da Lapa (Gergelim), Escola Estadual Anísio Rodrigues Coelho (Nascente), Escola Mun. Virgílio Coelho (Nascente), Escola Mun. Eva Modesto Cordeiro (Nascente), Escola Mun. Costa e Silva (Rancharia), Escola Estadual Vitalina Maria de Jesus (Rancharia), Escola Estadual Moisés Bom de Oliveira (Morais), Escola Mun. Dionísio Bom de Oliveira (Morais), Escola Estadual São João Batista (Lagoa do Barro), Escola Mun. Otavio Pereira de Melo (Lagoa do Barro), Escola Municipal Maria Luzanira Muniz Ramos, Escola Municipal Antonieta Salatiel Alencar Arraes, Escola Mun. José Neri de Oliveira, Escola Mun. Iracema, Escola Municipal da Jurema, Escola Municipal Eduardo de Souza Carvalho, Escola Municipal Juscelino Kubitschek;

15h às 16h – Ginástica recreativa, jogos de salão, jogos populares (Sesc Ler Araripina);

15h às 16h – Open de natação (Sesc Ler Araripina);

15h – Ginástica laboral no comércio e entidades sociais (principais avenidas da cidade);

15h às 22h – O Desafio vai às Academias (Academia Fitness, Academia Corpus, Academia Sesc e Academia Vida Ativa);

16h – Torneio de futsal (Escolinhas de futsal Araripina) – Torneio de futebol society (Escolinhas society – Sesc Araripina);

17h às 18h – Atividades físicas e alongamento (Pátio do Hotel Pousada do Araripe);

19h às 20h – O Desafio vai às Escolas: Escola Estadual Luís Gonzaga Duarte, Escola Professor Manoel Bonifácio Costa, Escola Estadual Padre Luís Gonzaga, Escola Estadual da Independência, Escola Estadual Manoel Ribeiro Damascena (Gergelim), Escola Municipal Maria Luzanira Muniz Ramos, Escola Eduardo Souza Carvalho);

19h – Alongamento na Novena de Maria (Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição);

19h30 às 20h30 – Atividades físicas e alongamento (Pátio da Facisa e Fafopa);

20h às 21h –  Aulão de funcional no Sesc Ler Araripina;

Ipubi

00h – Abertura solene na Academia Popular da cidade com participação do jiu-jitsu, aulão de ritmos e  ciclismo nas principais ruas da cidade;

5h30 – Academia Popular da Cidade;

7h30 – O desafio vai para as escolas no distrito de Serrolândia: Escola Municipal Pedro Vicente de Souza, Escola Municipal Paula Sabrina, anexo da Escola Estadual Joaquim Eugenio Silva;

10h15 – Escola Municipal José de Siqueira Alves;

10h30 – Prefeitura de Ipubi;

10h50 – Comércios e ruas da cidade;

11h30 – Cozinha comunitária da cidade;

14h – O desafio vai às escolas: Escola Municipal Euzelia de Melo Campos, Escola Municipal Jose de Siqueira Alves, Escola Municipal Sheila Kelly Barros Silva, Escola Ative Colégio & Cursos (Particular), Escola Turma da Monica (Particular);

17h –  AABB Comunidade (partida de futebol society);

18h – Academia de Musculatura Privada Plataforma;

18h30 – Escola Nossa Senhora do Perpetuo do Socorro;

18h50 – Escola Joaquim Eugenio Silva;

20h30 – Encerramento na Academia Popular da cidade.

Serviço – Dia do Desafio

Quarta-feira (6/6)

Das 00h às 20h30

Participação: gratuita

Informações sobre programação: (87) 3873-0812

Share Button

ARMANDO CULPA GOVERNO PELA GREVE E DIZ QUE “CRISE ESTAVA CONTRATADA”

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) culpou, nesta terça-feira (29), o governo pela alta de preços do óleo diesel que provocou a crise da greve dos caminhoneiros. Em debate com o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), o petebista disse que o governo adotou uma política de choque de preços dos combustíveis num momento absolutamente inoportuno, de desaceleração da economia.

“Esta crise já estava contratada. Para resolver o problema do endividamento da Petrobras, que era dramático, o governo endereçou à sociedade uma política de preços maluca do reajuste dos combustíveis, absolutamente imprevisível, numa conjuntura econômica de baixa demanda. Houve imprudência e insensibilidade, que desaguaram na crise aguda pela qual está passando o país inteiro”, declarou.

Segundo Armando, colaborou para a prática de reajustes constantes dos combustíveis num cenário de baixa atividade econômica o fato do governo federal e dos governos estaduais serem “sócios” dessas altas de preços, pela elevada tributação dos combustíveis. O petebista informou que, no primeiro quadrimestre do ano, a receita da União com os impostos sobre derivados de petróleo cresceu 57,8% em relação a igual período de 2017, atingindo cerca de R$ 22 bilhões. “O governo federal e os governos estaduais estavam numa situação confortável e espetaram a conta na sociedade”, assinalou.

REGULAÇÃO FORTE – O senador pernambucano enfatizou que o monopólio da Petrobras permite a prática de reajustes abusivos de preços. Defendeu, por isso, “uma regulação mais forte nos preços da Petrobras, de modo a buscar tarifas próximas dos custos médios de produção e que ao mesmo tempo incentivem a busca de eficiência”.

O ministro da Fazenda não respondeu a duas das cinco indagações que lhe fez Armando Monteiro na audiência pública da CAE. Alegando que os dois temas estavam afetos diretamente ao Ministério dos Transportes e que, por isso, não dispunha de dados, Eduardo Guardia não soube dizer se a isenção do pedágio para eixo suspenso dos caminhões será compensada pelo aumento do pedágio para todos os outros motoristas e se a tabela mínima dos fretes, ao não levar em conta os efeitos sazonais, não terá impacto inflacionário. Ambas as medidas estão contidas em medidas provisórias baixadas pelo governo para acabar com a greve.

Foto: Ana Luiza Sousa/Divulgação

Share Button

PERNAMBUCO TEM MAIS 9 MIL ATENDIMENTOS GRATUITOS, NA 25ª AÇÃO GLOBAL

Mesmo com a situação atípica das rodovias brasileiras, consequência da paralisação dos caminhoneiros pelos altos preços dos combustíveis nos postos, a equipe de colaboradores do Sesi fez acontecer a 25ª Ação Global, na cidade de Caruaru, Agreste do Estado.

Um mutirão de solidariedade uniu forças e coragem e colocou estandes com serviços gratuitos para a população do município e arredores. “Mesmo com a ausência de alguns parceiros, chegamos a mais de nove mil atendimentos e quase 3.100 pessoas beneficiadas. Serviços como a solicitação de segunda via de RG e Carteira Profissional terão uma nova data para serem oferecidos à população, provavelmente quando a situação da greve se normalizar”, diz Vera Thomas, coordenadora do evento em Pernambuco.

Com o tema “Educando para Transformar”, essa edição inovou ao trazer ações diferenciadas de educação. Somente no aulão promovido pela primeira vez numa Ação Global, foram 600 participantes. Alunos como Eduarda Cavalcanti, 17 anos, aluna do Sesi Caruaru, “que afirmou estar muito satisfeita em poder atualizar o que estudou nos últimos meses gratuitamente, com conteúdo atualizado”.

A metodologia Nova EJA (Educação para Jovens e Adultos) também estava com inscrições abertas no local. Foram cem vagas gratuitas para quem deseja dar uma guinada nos estudos e cursar o ensino médio com o profissionalizante do Senai, sendo 80% das aulas online e 20% presenciais, para cada um estudar ao seu tempo. Outras novidades foram o circuito “Futuro Profissional”, com palestras sobre mercado de trabalho, teste vocacional e orientação e impressão de currículo, demonstração de robótica aplicada com alunos do Serviço Social da Indústria, e que serve como base para o Torneio de Robótica First Lego League, jogadas de xadrez no tabuleiro de tamanho convencional e até em tabuleiro gigante.

Para o superintendente do Sesi/PE, Nilo Simões, a Ação Global foi prova de que a equipe do Sesi está engajada em melhorar a vida do trabalhador da indústria e seus familiares. “Unimos forças para estar aqui, promovendo ações em benefício da população do Agreste. Este tema foi importantíssimo para disseminar que sem educação, não conseguimos avançar para uma sociedade melhor e mais igualitária, por exemplo, na escolha de representantes que façam valer estar à frente das diversas esferas governamentais”, disse.

Aferição de pressão e glicose, orientação e teste rápido de hepatite B e C, odontologia, pediatria, prevenção de mama e próstata e muitos outros exames de saúde estavam disponíveis. “Faço exame a cada seis meses porque tenho um nódulo em cada mama, que precisam de acompanhamento. Ter esse exame gratuito, aqui perto de casa, foi um grande presente do Sesi, já que tenho uma confecção e filhos gêmeos, e tudo é muito corrido”, disse Ângela Maria Soares, 41 anos, que ainda aferiu a pressão arterial e glicose. Jane foi outra que não perdeu tempo e correu para atualizar o exame importante. “A gente vai adiando, mas hoje tirei o dia para cuidar de mim”, comemorou.  O evento ainda trouxe opções de cuidados com a beleza, corte de cabelo e um super aulão de dança, com muita diversão para os participantes.

 

Share Button