ARARIPE SE MOBILIZA EM DEFESA DO PROJETO ORIGINAL DO CANAL DO SERTÃO

mapa3

Na noite desta segunda-feira (28), membros da sociedade civil se reuniram no auditório da CDL Ouricuri para discutir o Canal do Sertão. Lideranças políticas de Bodocó também participaram do momento. A intenção é mobilizar todo sertão do Araripe em defesa do projeto original do Canal do Sertão, tendo em vista que um novo edital aponta que várias cidades da região estão fora desse projeto de irrigação.

De acordo com Antonio Fernando, membro da comissão que está se mobilizando, o projeto inicial (beneficiaria todo Araripe, com cerca 110.000 hectares irrigáveis) e com essa alteração divulgada através de licitação constante no Edital 63/2013, consta apenas 5.361 hectares para dividir entre os municípios de Santa Cruz, Santa Filomena e Dormentes.

Ele ainda explica como fica a situação de Ouricuri: “Vale ressaltar que Ouricuri tinha previsto 45.909 hectares no projeto original, e com o novo traçado não será beneficiado em nada pelo canal do sertão, vai apenas dividir 9.000 hectares com Parnamirim no Ramal Entremontes”, destacou.

Na reunião, ficou decido que haverá uma audiência pública nesta quinta-feira (31), no auditório do Salão Paroquial com Otávio Alves, Técnico da Codevasf (participou da elaboração do projeto original) e Secretário de Irrigação da Prefeitura de Petrolina. O mesmo fará uma explanação para toda sociedade sobre o Canal do Sertão.

O Presidente da CDL Ouricuri, Assis Junior, reforçou a importância da participação de toda sociedade nessa audiência. “É necessário que a sociedade do Araripe participe e veja o que realmente aconteceu com a nossa região diante desse projeto. Não podemos cruzar os braços. Temos que conquistar esse direito que já era nosso”, ressaltou.

Entenda o que aconteceu com o Canal do Sertão

Esse outro mapa abaixo se refere ao trajeto original do Canal do Sertão, onde beneficiaria o sertão do Araripe com 110.000 hectares irrigáveis.

                                                         Antes

mapa1

O mapa abaixo mostra o novo trajeto do Canal do Sertão, terminando em Santa Cruz.

Depois

 mapa2

Fonte: Blog do Bruno Morais

 

 

 

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *