Fale com Martinho

Seu nome

Seu e-mail

Fone

Assunto

Sua mensagem

Share Button

2 ideias sobre “Fale com Martinho

  1. Na minha concepção a politica de Araripina está um vergonha. Ex-canditados apoiando canditados atuais onde anteriomente nos palanques falavam mal de seu proprios adivesários,e hoje estão tudos unidos.Onde está o carater, vergonha e a cima de tudo a respeito?A politica de Araripina e inclusive do Brasil é um caso perdido,Devemos escolher caditados que deve está a frente do povão dos cidadão de bem porque a nós todos são todos iguais mais essa igualdade está no na constituição brasileira que teorias somos iguais e na pratica somos diferentes.
    Araripina uma cidade tão rica economicamente falando e sem nem um extrutura a oferecer,Precisamos e mais de Educação:para que filhos de Araripina não precisem sair pra fora para adquirir um boa formação,Saúde:É uma calamidade qualquer tipo de acidente seja grave ou não precisam tira pra outra cidade por que Araripina não tem médica e principalmente extrutura para acomodar esses paciêntes.Infra-Estrutura:Cidade que não tem um bom saneamento básico,esgoto á céu aberto.Em fim entra prefeito e sai prefeito e Araripina continua na mesma situação.Fala é fácil fazer ai que é o difícil.
    OBS:Queremos uma politica justa e honesta!
    Lorena Carla,Acadêmica de Enfermagem.no Juazeiro do Norte-CE
    De:Araripina-Pe.
    Araripina-17 Junho de 2012

  2. Nesta terça dia (02/04), na câmara municipal de vereadores, a vereadora Thayse Cunha “Popular Thayse de Tony”, retratou o tema “Perseguição Política”.

    Quero falar sobre o caso da desumanidade vivida hoje em nossa cidade, que vem maltratando e desrespeitando os cidadãos do nosso município, fiquei constrangida pela ação do vice-prefeito Jaécio Sá, ao falar com minha mãe semana passada na prefeitura, Ele levantou o dedo “e rodou a baiana” dizendo: aqui não tem emprego para gente que votou no 40!.

    Fiquei indignada por essa falta de respeito à pessoa de minha mãe e aos meus eleitores, e quero falar ao senhor prefeito que olhe com carinho para o povo que sofre muito com esse tipo de perseguição, e que olhe também para o povão. Eu sou da situação, mais se for pra falar, eu falarei.

    O que mim da vontade ainda de continua, é quando eu chego a uma comunidade, na COHAB e eu vejo a população vindo mim dar os parabéns, parabéns porque? Parabéns por que está chegando água, eu vou na comunidade do bairro São Geraldo e a comunidade vem mim dar os parabéns, porque está começando a chegar água, então isso me enche de força, isso mim dar um gás, um gás propulsor, para que eu possa continuar o meu mandato de cabeça erguida mesmo sobre tudo, mesmo sofrendo tantos obstáculos. Eu agradeço a toda população estou mim prontificando, sei que atitude que essa humilde vereadora teve de ir para as ruas, se queimar ao sol, deixar o seu fim de semana para ir curti em um bar como eu sei que muitos fazem, ou curti na casa de um ou de outro, e lutar realmente pelo que é de direito do povo, que é água, juntamente com a associação, porque somos nós propulsores dessa causa, não ficamos apenas em quatro paredes de um Studio falando não, nós fomos para as ruas.

    Então se isto está acontecendo é através da nossa iniciativa, iniciativa das pessoas que realmente fazem o que o povo necessita… Então nobres eleitores é uma pena… É uma pena que eu não tenho uma caneta na mão para homologar um contrato temporário, é uma pena… Mas eu tenho o poder de fiscalizar, e eu tenho essa tribuna pra manifestar a minha indignação pela injustiça sofrida pelo povo. Eu estou aqui para o povo e pelo o povo, e podem contar comigo.

    Disse a vereadora no uso de suas palavras.
    sessão da Câmara de Vereadores, nesta terça-feira dia 02 de abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *