FRENTE PARLAMENTAR EM DEFESA DA PESSOA IDOSA É INSTALADA NA ASSEMBLEIA

Até o último censo, em 2010, 10,76% da população do Brasil era formada por pessoas com mais de 60 anos de idade. Para 2050, a cálculo é de que esse segmento represente um terço da pirâmide etária. Em Pernambuco, o número de idosos já passa de 930 mil habitantes. Planejar políticas públicas suficientes para atender todo esse contingente populacional em crescimento é uma das prioridades da Frente Parlamentar de Defesa da Pessoa Idosa, instalada na Assembleia Legislativa, nesta segunda (9).

A data coincide com o mês em que é celebrado o Dia Internacional do Idoso (1º de outubro). Coordenado pelo deputado Isaltino Nascimento (PSB), o colegiado realizará a primeira reunião no próximo dia 23, com a participação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), da Defensoria Pública do Estado (DPE) e do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). “A ideia é ouvir todas as instituições que desenvolvem políticas públicas para a pessoa idosa, saber o que tem sido feito e o que podemos melhorar. Depois vamos elaborar um cronograma de ações”, declarou. As deputadas Roberta Arraes (PSB) e Simone Santana (PSB) foram escolhidas como vice-coordenadora e relatora do grupo, respectivamente.

Ainda de acordo com Isaltino, a formação de uma frente parlamentar atende a uma reivindicação dos idosos por um espaço na Casa para tratar de necessidades e interesses. “A quantidade de idosos é significativa no Estado, e o Poder Legislativo agora tem um lugar para dialogar com esse segmento”, frisou. Com atividades quinzenais, o colegiado deverá convidar, também, para debates o Conselho Estadual dos Direitos do Idoso, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, a Secretaria de Desenvolvimento Social e outras entidades que desenvolvem ações para essa população. Representantes do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social em Pernambuco (Sindsprev) prestigiaram a instalação do colegiado.

Roberta Arraes aproveitou o momento para destacar uma proposta em tramitação na Alepe para criar o Prêmio Prefeitura Amiga dos Idosos (Projeto de Resolução nº 1503/2017), da qual é autora: “É uma forma de chamar atenção para a importância de políticas públicas para essas pessoas”. Já a relatora da frente, Simone Santana divulgou a primeira edição do Prêmio Literário da Mulher Idosa – Anita Paes Barreto, promovido pela Secretaria Estadual da Mulher. “Considero bem interessante a iniciativa ao incentivar a criatividade entre as mulheres com mais de 60 anos”, avaliou. As inscrições para a iniciativa seguem até o dia 1º de dezembro, em duas categorias, conto e poema. A premiação para as primeiras colocadas é de R$ 2 mil.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *