PARTIDOS CRIAM “G-6” E SE UNEM EM PERNAMBUCO BUSCANDO O FORTALECIMENTO POLÍTICO

Foi oficializado nesta quarta-feira (29) a união de seis partidos a nível estadual para disputar as eleições deste ano. O grupo G-6 é integrado pelo PSL, PTdoB, PHS, PRP, PRTB e PSDC e, de acordo com o presidente estadual do PTdoB, José Belarmino, o principal objetivo da união é fortalecer os partidos para as próximas eleições visando conquistar mais de 500 mil votos para a disputa das bancadas federais e estaduais. A intenção é eleger pelos menos três deputados federais e oito estaduais.

Ainda segundo Belarmino, o grupo não vai esperar pela decisão do governador Eduardo Campos (PSB), nem por outro nome, e trabalham inclusive com a ideia de um candidato próprio para a chapa majoritária. “O objetivo principal é fortalecer politicamente os partidos para as eleições de deputado federal e estadual. Nossa chapa é independente, não está atrelada ao governo e trabalhos, inclusive com a ideia de lançar candidato próprio. Temos nomes importantes que não podemos divulgar no momento”, afirmou.

Atualmente, o grupo possui dois prefeitos, um vice, um deputado estadual e 156 vereadores em Pernambuco e espera reunir cerca de 550 mil votos com a junção dos votos de cada candidato. “Não acredito que nenhum partido siga um caminho diferente e independente da maioria do grupo, se alguém sair, quem perde é o próprio partido que sair, mas acho muito difícil isso acontecer porque a chapa está bem montada e se isso ocorrer o grupo vai continuar”, encerrou Belarmino.

Número de votos de cada partido integrante do G-6:

PSL com 385 mil PHS com 120 mil
PRP com 60 mil e PSDC com 40 mil
PTdoB com 45 mil PRTB com 100 mil

Fonte: Diário de Pernambuco

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *