POLÍCIA DESVENDA PLANO PARA EXTORQUIR PREFEITURA DE CARUARU

A polícia descobriu na Operação Ponto Final, que entre os vereadores acusados de suborno estavam dois corrompidos, três corruptores e R$ 30 mil em propina pagos. Foi dada a ordem para a prisão de cinco deles na última quarta-feira. Um deles volta à cadeia pela terceira vez (Evandro Silva, PMDB), e outros quatro (Neto, PMN; Jadiel, Pros; Val, DEM; e Val das Rendeiras, Pros) pela segunda vez em 40 dias.

Os documentos que embasaram a decisão do juiz da 4ª Vara Criminal da cidade, Pierre Souto Maior, revelaram um suposto esquema de compra de votos por um grupo de vereadores para instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que teria a Prefeitura de Caruaru como alvo para, depois, tentar extorquir dinheiro do Executivo para que ela fosse encerrada.

O suposto esquema foi descoberto com base na interceptação de ligações telefônicas autorizadas pela Justiça. (Diário de Pernambuco)

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *