GOVERNO PROMOVE DIÁLOGO PARA CRIAÇÃO DE PLANO PELO EMPREGO PARA AS MULHERES

A governadora em exercício, Luciana Santos, deu o pontapé inicial de um processo de escuta à sociedade, para a construção de um plano para a geração de emprego e renda para as mulheres pernambucanas. Na tarde desta segunda-feira (09), representantes do setor produtivo e do governo trocaram informações e experiências, no primeiro fórum de diálogo do Pernambuco por Elas, uma iniciativa que visa reunir propostas e esforços pela inserção justa e cidadã das mulheres no mundo do trabalho.

“É essa escuta que vai viabilizar um projeto eficaz, que pode resultar, a princípio, em um plano de ação para gerar emprego para mulheres e, em um segundo momento, quem sabe, virar política pública. Temos uma grande maioria de mulheres no setor de serviços e uma série de profissões com marca eminentemente feminina, mas a mulher pode estar na indústria, na área de tecnologia da informação, onde ela quiser”, defendeu a governadora em exercício.

Ela lembrou que a autonomia financeira da mulher é um dos eixos para o combate à violência de gênero e ao machismo e destacou experiências exitosas, no sentido de maior equidade de gênero no ambiente de trabalho, como é o caso da Accenture, que está entre as melhores empresas para mulheres trabalharem no Brasil.

“Estamos colhendo propostas, analisando casos de sucesso e pensando iniciativas inovadoras. Vamos construir um plano para Pernambuco, que já é o Pernambuco das águas, o Pernambuco da educação e também vai virar o Pernambuco das mulheres”, disse.

A secretária da Mulher, Sílvia Cordeiro, ressaltou o papel feminino para a economia. De acordo com ela, estudos comprovam que, se as oportunidades chegassem para elas, o PIB do país quase dobraria. Apontou, por exemplo, a importância das creches para que possa haver a inclusão feminina no mundo produtivo. “Nesse momento de ultraliberalismo, potencializar a inclusão das mulheres na economia, é inovador”, afirmou.

No evento, o secretário de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo, falou sobre os investimentos prioritários do governo e avanços nas áreas de Educação, Segurança Pública, Saúde e Abastecimento de Água, que considerou vital para o desenvolvimento do Estado. Lembrou ainda iniciativas como o 13º do Bolsa Família e o Chapéu de Palha, que têm impacto direto na economia dos municípios.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, falou sobre os eixos da atuação do governo, a partir de diálogos com setor privado, estímulo a cadeias produtivas, simplificação de processos e projetos de infraestrutura, como a atração de uma rede de transmissão via cabos submarinos, impulsionando a economia digital e de dados.

Entre as ações citadas pelo secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, esteve a Caravana do Empreendedorismo. “Reiteramos que nos colocamos à disposição para participar deste debate e dos fóruns de diálogo do Pernambuco por Elas e sei que ela terá outros aliados importantes nesta parceria”, colocou.

Participaram ainda o secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, o presidente da ADDiper, Roberto Abreu e Lima; além dos deputados estaduais João Paulo (PCdoB) e Waldemar Borges (PSB). Do setor produtivo, estiveram presentes representantes de entidades como Sesc, Fiepe, IEL, Senai, Senar, Femicro e Acic-Mulher, além de associações regionais.

No diálogo, além de falar das ações desenvolvidas para o fortalecimento das mulheres no mundo produtivo, sugestões e estímulos para a criação de uma rede em prol do trabalho da mulher. Representante do Sesc, Paula Lourenço destacou que a entidade na qual trabalha atende sobretudo mulheres, que são maioria no setor do comércio. Ela mencionou o apoio que o Sesc dá as mulheres, com a oferta de escolas e assistência social, e se colocou disponível para contribuir. Todas as sugestões serão sistematizadas e analisadas pelo grupo de trabalho.

A iniciativa pretende envolver todas as esferas do governo e da sociedade em um grande esforço por maior equidade no mundo do trabalho. Os próximos fóruns envolverão representantes de entidades de trabalhadores; das cadeias de Tecnologia, Cultura, Turismo, Saúde, Infraestrutura, Logística e Conhecimento.

Foto: Diego Galba/VG

MINISTÉRIO DA SAÚDE DEIXA FALTAR VACINA PENTAVALENTE PARA 5 MILHÕES DE BEBÊS

Cinco milhões de bebês ficarão sem vacina pentavalente, que protege de difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e Hemófilo B

Diário do Poder

O governo federal deve anunciar nesta quinta (12) a assinatura de um raro atestado de incompetência: mais de 5 milhões de bebês ficarão sem vacina pentavalente, que protege de difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e Hemófilo B (que causa meningite, pneumonia), entre outras. A vacina vinha sendo importada da Índia, mas em junho a Anvisa vetou o produto. O Ministério da Saúde teve quase três meses para resolver o problema. Agora, milhões de bebês ficam sob risco. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A vacina é aplicada no primeiro ano de vida. No Ministério da Saúde, estima-se que isso somente estará disponível em fevereiro.

Não faltou dinheiro, faltou competência no Ministério da Saúde. Os valores da vacina são irrisórios, considerando as vidas que salva.

A vacina a 87 centavos de dólar cada totaliza R$4,3 milhões, uma ninharia para o orçamento de R$122,6 bilhões do ministério da Saúde.

Há notícias de desabastecimento da vacina pentavalente em São Paulo, Goiás, Paraíba, Mato Grosso e no Distrito Federal, entre outros.

ANTONIO FERNANDO COMENTA DIFICULDADES ENFRENTADAS POR PROFISSIONAIS DO TRANSPORTE ALTERNATIVO

Em discurso na Reunião Plenária desta segunda (9), o deputado Antonio Fernando (PSC) repercutiu as manifestações que estão sendo promovidas por trabalhadores do transporte alternativo de passageiros no Estado. O parlamentar apoia a pauta dos manifestantes, contrários à recente lei federal que aumentou as penalidades para os profissionais sem autorização do Poder Público para exercer a atividade.

O parlamentar, que já levou o tema à tribuna em outras oportunidades, informou que irá a Brasília discutir a questão junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Em paralelo, Antonio Fernando defende uma regulamentação estadual da atividade, matéria tratada pelo Projeto de Lei n° 477/2019, apresentado pelo deputado.

“A lei federal, na prática, está proibindo o direito de ir e vir daqueles que moram no Interior do Estado e não têm carro próprio. Por isso, é necessário que a gente busque uma alternativa para o transporte alternativo de passageiros”, concluiu, solicitando a contribuição dos demais parlamentares para o projeto de regulamentação.

INFARTO FULMINANTE MATA O RADIALISTA RONALDO LOPES

Ronaldo Lopes ao lado dos radialistas Jean Rego e Paulo César Andrade – 

Por Geraldo José

Um infarto fulminante na noite desta segunda-feira, 09 de setembro, acabou por levar a óbito o radialista Ronaldo Lopes, popularmente conhecido como o “Gatão” que na década de 80 apresentou um dos programas de maior sucesso da história da Rádio Juazeiro, o Discofilando.

Ronaldo Panta Lopes, 76 anos completados no último dia 3, era radialista aposentado e cerimonialista atualmente lotado na Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Juazeiro.

Ronaldo começou no serviço de alto falante e Publicidade de Gil Brás em 1962 e em 1965 foi trabalhar na ZYN 21, RÁDIO JUAZEIRO AM, onde permaneceu até se aposentar nos anos 90.

Segundo informações da família o velório ocorrerá no SAF e o sepultamento será às 16 horas desta terça-feira, 10 de setembro.

MEGA-SENA ACUMULA E PRÊMIO PODE CHEGAR A R$ 90 MILHÕES

Agência Brasil

Ninguém acertou os seis números da Mega-Sena sorteada na noite de hoje (9), um sorteio que ocorreu excepcionalmente na segunda-feira devido à Loto Fácil da Independência, cujo sorteio foi na sexta-feira.

Para o próximo concurso, com o sorteio na quarta-feira (11), a estimativa de Caixa é que o prêmio chegue a R$ 90 milhões. Os números sorteados foram  12, 18, 19, 27, 41 e 46.

O sorteio do concurso 2.186, realizado em Espaço Loterias da Caixa em São Paulo (SP), teve 131 apostas ganhadoras na quina, cada uma levando um prêmio de R$ 39,64 mil, e 11.409 apostas ganhadoras na quadra, com prêmios de R$ 650,18.

As apostas para o próximo podem ser feitas em qualquer lotérica até as 19h ou pelo próprio site da Caixa.

CARLOS BOLSONARO DIZ QUE PAÍS NÃO TERÁ TRANSFORMAÇÃO RÁPIDA POR VIAS DEMOCRÁTICAS

Folhapress

vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), escreveu nesta segunda-feira (9) em seu perfil no Twitter que, por “vias democráticas”, não haverá as mudanças rápidas desejadas no país.

“Por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade que almejamos… e se isso acontecer. Só vejo todo dia a roda girando em torno do próprio eixo e os que sempre nos dominaram continuam nos dominando de jeitos diferentes!”, escreveu Carlos.

Apontado como responsável pela estratégia do presidente nas redes sociais, Carlos provocou turbulências no primeiro semestre após ataques a integrantes do governo do pai, mas vinha evitando polêmicas nos últimos meses.

O presidente Jair Bolsonaro está internado em um hospital de São Paulo após passar por cirurgia no domingo (8), a quarta decorrente da facada que levou há um ano durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG). O vice-presidente, general Hamilton Mourão, ficará no comando da Presidência até quinta-feira (12).

Antes de escrever que não haverá transformações rápidas no país por vias democráticas, Carlos afirmou que o atual governo tenta colocar o Brasil “nos eixos”, mas que os “avanços são ignorados, e os malfeitores esquecidos”.

A postagem de Carlos repercutiu rapidamente entre seus seguidores. Parte dos internautas encarou a manifestação como um apoio a um modo autoritário de governo.

A influência de Carlos no governo Bolsonaro foi motivo de críticas no começo do ano de políticos e de alguns militares ligados à administração federal.

Em um dos episódios mais ruidosos, em meio à crise das candidatas laranjas do PSL reveladas pela Folha de S.Paulo, Carlos divulgou em seu perfil no Twitter uma gravação de seu pai indicando que o presidente não havia conversado com o então ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, diferentemente do que este havia dito.

Chamado de mentiroso por Carlos e depois pelo próprio presidente, Bebianno acabou demitido.

Ligado ideologicamente ao escritor Olavo de Carvalho, Carlos também centrou ataques a Mourão e ao general Santos Cruz, ministro da Secretaria de Governo que foi demitido em junho.

Jair Bolsonaro chegou a defender seu filho em março, afirmando que há pessoas que querem afastá-los, mas “não conseguirão”.

Junto com a mensagem, na ocasião, publicou uma foto em que é amparado por Carlos no corredor de hospital.

“Algumas pessoas foram muito importantes em minha campanha. Porém, uma se destacou à frente das mídias sociais, com sugestões e conteúdos: Carlos Bolsonaro, meu filho. Não por acaso muitos, que nada ou nunca fizeram para o Brasil, querem afastá-lo de mim”, escreveu Bolsonaro.

“Não conseguirão: estando ou não em Brasília continuarei ouvindo suas sugestões, não por ser um filho que criei, mas por ser também alguém que aprendi a admirar e respeitar pelo seu trabalho e dedicação”, concluiu.

NOVA FASE DA LAVA JATO PRENDE O FILHO DO EX-MINISTRO EDISON LOBÃO

Diário do Poder

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta terça-feira (10),  Márcio Lobão, o filho do ex-senador e ministro de Minas e Energia, dos governos Lula e Dilma Rousseff, Edison Lobão, durante a 65ª fase da Operação Lava Jato, no Rio de Janeiro.

Também estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo (SP), no Rio de Janeiro e em Brasília (DF).

A Operação Galeria tem objetivo de investigar operações de lavagem de dinheiro realizadas pelo filho do ex-ministro, e investiga crimes de corrupção e lavagem de dinheiro proveniente de pagamento de vantagens indevidas relacionadas à Transpetro, subsidiária da Petrobras, e à Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.

Além dos crimes de corrupção relativos à participação da Odebrecht no contrato de construção da Belo Monte, a operação investiga benefícios em mais de 40 contratos, cujo valor chega a cerca de R$ 1 bilhão, celebrados pelas empresas Estre Ambiental, Pollydutos Montagem e Construção, Consórcio NM Dutos e Estaleiro Rio Tietê.

A prisão é preventiva e ocorre porque as investigações apontam que, ao menos entre 2008 e 2014, Edison Lobão e Márcio Lobão solicitaram e receberam propinas entre os anos de 2008 e 2014, a “mesada” era paga pelos Grupos Estre e Odebrecht. Evidências indicam que os atos de lavagem se estendem até 2019.

Segundo o MPF, o dinheiro era entregue em espécie a um escritório de advocacia ligado à família Lobão, localizado no Rio de Janeiro.

A operação recebeu o nome de Galeria devido ao modus operandis dos envolvidos, que lavavam dinheiro por meio de compras e vendas de obras de arte, movimentação em contas offshore, vendas de imóveis e simulações de empréstimos familiares.

Segundo o procurador da República Deltan Dallagnol, “a Lava Jato continua rompendo a aura de intocabilidade de poderosos. A equipe segue unida e, enquanto for possível, prosseguirá seu trabalho”.

OURICURI CELEBRA 7 DE SETEMBRO COM HASTEAMENTO DAS BANDEIRAS E GRANDE DESFILE CÍVICO

O município de Ouricuri, no Sertão de Pernambuco, comemorou a chegada do 7 de Setembro, dia em que é comemorada a Independência do Brasil, com atos cívicos que incluíram o hasteamento do pavilhão nacional, estadual e municipal na sede da Prefeitura e com o grandioso Desfile Cívico pelas principais avenidas da cidade.

Os atos começaram logo cedo na sede da Prefeitura, onde o Prefeito Ricardo Ramos, a Vice-Prefeita Dra. Gildevânia Melo, Vereadores e autoridades municipais entoaram os hinos e hastearam os pavilhões nacional, estadual e municipal.

No fim da tarde, várias escolas e instituições ouricurienses abrilhantaram o grandioso Desfile Cívico, momento marcado pelo patriotismo, levando para a avenida diversas alas temáticas que recontaram a história de 196 anos desta grande conquista do povo brasileiro.

De acordo com o Prefeito de Ouricuri Ricardo Ramos, o desfile também é nostalgia. “É uma festa cívica muito importante, principalmente para quem é da Terra dos Voluntários da Pátria e que, assim como eu, tem boas lembranças de quando criança participava do desfile”, contou o Chefe do Executivo.

Da Assessoria

INCLUSÃO DIGITAL: VICE-GOVERNADORA INAUGURA TELECENTRO NO ALTO DO PASCOAL

Foi inaugurada nesta segunda-feira (9), o Telecentro da Escola Estadual Rotary, no Alto do Pascoal, em Recife. Este equipamento faz parte de um conjunto de 33 unidades, destinadas a escolas e espaços públicos, e contam com investimento de R$ 1,1 milhão, por meio de parceria entre o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI).

A governadora em exercício, Luciana Santos — que foi autora da emenda parlamentar que viabilizou a aquisição dos telecentros, enquanto deputada federal — participou da entrega ao lado do secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, e do secretário de Educação e Esportes em exercício, João Charamba. Representantes da comunidade, gestores da escola e Regional de Ensino, além de estudantes e funcionários da escola também participaram do evento.

“Esse equipamento facilita e estimula os alunos e a comunidade a pesquisar, se informar e se articular. O governador Paulo Câmara tem feito da educação sua prioridade e garantir que as escolas tenham um equipamento a altura do aprendizado que eles precisam vem colaborar com esse esforço multifacético que tem sido feito pelo Governo do estado”, disse Luciana.

Para Allysson Cauan, 17 anos, estudante do terceiro ano do Ensino Médio, o espaço vai contribuir nos conteúdos de apoio e ajudar na preparação para simulados e vestibular. “Vai ajudar na acessibilidade, principalmente de pessoas que não têm internet em casa e por isso não tem muitos meios de estudar. Temos ótimos professores, esse espaço vai complementar o ensino que recebemos e ajudar tanto em simulados, quanto em provas como o Enem e na preparação para concursos públicos.”

Além de oferecer cursos básicos de informática, os Telecentros garantirão acesso à internet para a população do local, fomentando o aprendizado e o desenvolvimento local sustentável. “A ação não beneficia somente os alunos da Escola Estadual Rotary, como também jovens, adultos e idosos moradores da comunidade do Alto do Pascoal. Os Telecentros ampliam o nível de conhecimento e informação do povo”, reforçou o secretário de CT&I, Aluísio Lessa.

Cada unidade é equipada com computadores (Servidor e Estações de Trabalho), roteador, impressora multifuncional, switch, projetor multimídia, câmara IP, tela de projeção, televisor de 42 polegadas, ar condicionado split, armário, mesas e cadeiras.

“O grande trunfo desse Telecentro é a gente ter uma internet de alta velocidade, é permitir que os estudantes acessem as plataformas da SEE e façam pesquisas. Esses equipamentos são de fato para conectar os estudantes com o mundo que nós estamos vivendo de altíssima velocidade”, pontuou João Charamba.

Foto: Diego Galba/VG

OMS: SUICÍDIO É A SEGUNDA CAUSA DE MORTE ENTRE JOVENS DE 15 A 29 ANOS

Organização alerta para adoção de estratégias de prevenção ao autoextermínio

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia nacional de prevenção ao suicídio. Embora represente um aumento de quase 35% em comparação aos 28 países que, já em 2014, tinham estabelecido políticas públicas para lidar com o tema, o resultado ainda é considerado insuficiente pela OMS.

Em um relatório divulgado, hoje (9), véspera do Dia Mundial para a Prevenção ao Suicídio, a organização alerta sobre a necessidade dos governantes mundiais estabelecerem estratégias nacionais, instituindo medidas preventivas e orientações claras para auxiliar a população a lidar com o tema, que costuma ser encoberto por uma nuvem de preconceitos e incompreensão.

De acordo com a organização, uma pessoa se suicida a cada 40 segundos, no mundo. Número que, conforme destaca o relatório, não representa fielmente a realidade, já que, para cada morte devidamente registrada, há muitas outras tentativas e óbitos que não chegam a ser contabilizados como suicídios.

Segundo a OMS, apenas 80 dos 183 países-membros da organização dispõem de informações de “boa qualidade” sobre o tema, o que dificulta a elaboração de uma estratégia nacional eficaz. Ainda de acordo com a OMS, 79% de todos os casos mundiais se concentram em países de baixa renda – ainda que, por razões demográficas, as maiores taxas de casos por cada grupo de 100 mil habitantes tenham sido registradas nos países desenvolvidos e de maior poder aquisitivo, diz a organização.

Jovens

O autoextermínio já é a segunda causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos, atrás apenas dos acidentes de trânsito, segundo a OMS. Globalmente, se analisados os gêneros, o suicídio é a segunda causa de mortes entre meninas de 15 a 19 anos (depois de problemas decorrentes da maternidade) e a terceira entre garotos da mesma faixa etária (superada por acidentes de trânsito e por casos de agressão).

Após avaliarem experiências bem-sucedidas em diversas nações, os responsáveis pelo relatório apontam que as formas mais eficazes de reduzir o número de suicídios incluem medidas para dificultar o acesso a alguns meios de se matar; a sensibilização dos meios de comunicação sobre a importância de abordar o assunto da forma correta; a oferta de programas que ensinem os jovens a lidar com as frustrações e problemas cotidianos e a identificação de pessoas sob risco, oferecendo-lhe todo o apoio necessário.

Dentre as medidas, a OMS destaca as restrições ao livre acesso a pesticidas como a mais eficaz, já que a letalidade desses produtos é muito alta. Dados internacionais apontam que a proibição dos produtos mais perigosos à saúde humana contribuiu para a redução das taxas de suicídio em vários países, como o Sri Lanka, onde, segundo a OMS, uma série de medidas restritivas reduziram em cerca de 70% a taxa de suicídio, ajudando a salvar em torno de 93 mil vidas entre 1995 e 2015. Outra fonte de preocupação dos especialistas em todo o mundo é o acesso às armas de fogo.

Renda

A OMS ressalta que, embora a ligação entre suicídio e transtornos mentais, particularmente transtornos relacionados à depressão e ao uso de álcool, esteja bem documentada em países com renda elevada, muitos suicídios ocorrem impulsivamente durante tempos de crise que minam a capacidade de enfrentar as tensões da vida, como problemas financeiros, quebra de relacionamento ou dor e doença crônica.

Além disso, experiências relacionadas a conflitos, desastres, violência, abuso, perdas e sentimentos de isolamento estão intimamente ligadas ao comportamento suicida. As taxas de suicídio também são altas entre grupos vulneráveis sujeitos a discriminação, por exemplo, refugiados e migrantes; comunidades indígenas; pessoas lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros, intersexuais e presos.

Desde 2006, quando foi publicada a Portaria nº 1.876, o Brasil conta com diretrizes para a prevenção ao suicídio. A norma estabelece que as medidas devem ser implantadas em todas as unidades da federação e incluir, entre outras ações, medidas de promoção de qualidade de vida, de educação, de proteção e de recuperação da saúde e de prevenção de danos, a fim de fazer frente aos casos de suicídios, classificados como “um grave problema de saúde pública, que afeta toda a sociedade e que pode ser prevenido”.

No ano de publicação da portaria, o Ministério da Saúde apontava o “aumento observado na frequência do comportamento suicida entre jovens entre 15 e 25 anos, de ambos os sexos, escolaridades diversas e em todas as camadas sociais”, como uma razão para a adoção de diretrizes nacionais. (ABr)