TSE: REGRAS ELEITORAIS DEIXAM DÚVIDAS SOBRE FAKE NEWS E AUTOFINANCIAMENTO

Agência Brasil

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (18), por unanimidade, as 10 resoluções que irão regular as eleições de 2018, mas ainda deixou em aberto diversas questões que suscitam dúvidas no processo eleitoral, como o autofinanciamento de campanha, as fake news e o voto impresso.

Tais dúvidas ainda devem ser dirimidas pelo TSE, pois, apesar de aprovadas, todas as resoluções podem ser modificadas até o dia 5 de março, prazo final para publicação das regras eleitorais. O ministro Luiz Fux, relator das resoluções eleitorais de 2018, fez questão de frisar que a aprovação nesta segunda-feira “não significa a interdição de qualquer debate”.

Além de fake news [notícias falsas] e voto impresso, ele citou entre os assuntos que ainda devem ser alvo de consultas e modificações nas regras a candidatura de mulheres e a distribuição do fundo partidário no âmbito interno dos partidos.

Autofinanciamento

No caso do limite para autofinanciamento de campanha, o ministro Gilmar Mendes, presidente do TSE, afirmou que, antes de regulamentar, primeiro o tribunal precisa decidir qual norma valerá para as próximas eleições, uma vez que o Congresso impôs a regra somente na semana passada, ao derrubar o veto do presidente Michel Temer.

“O problema que agora se coloca é que o veto derrubado é desses dias, portanto a gente já entra no período da anualidade, se essa nova regra poderia ser aplicada tendo em vista a cláusula de anualidade, esta é uma pergunta para depois então entender o limite”, disse Mendes.

A possibilidade de um candidato financiar o quanto quisesse de sua própria campanha ficou em aberto após Temer vetar limites a doações de pessoas físicas, no início de outubro, quando a lei sobre o assunto foi sancionada. Na semana passada, entretanto, o Congresso derrubou o veto, lançando dúvidas sobre qual regra será válida.

Segundo o artigo 16 da Constituição, “A lei que alterar o processo eleitoral entrará em vigor na data de sua publicação, não se aplicando à eleição que ocorra até um ano da data de sua vigência”.

Propaganda na internet

Entre as resoluções aprovadas, está aquela que trata da propaganda eleitoral na internet, que desde a reforma eleitoral a ser aprovada mais recentemente no Congresso foi pela primeira vez permitida de ser executada pelas campanhas oficiais.

O texto aprovado nesta segunda manteve limites já discutidos, como o de que as propagandas somente poderão aparecer nos sites de candidatos, partidos e coligações, sendo vetada a propaganda em sites que pertençam a pessoas físicas ou empresas privadas.

No caso das redes sociais, como o Facebook, foram editadas regras para remoção de conteúdo, entre elas a de que qualquer retirada deve ser imposta aos provedores em prazo razoável, de no mínimo 24 horas. Continuam a serem proibidas postagens anônimas, mas foi dado aos provedores espaço para que possam tentar identificar os autores das mensagens após a publicação.

O tema deve ser alvo de novos debates, incluindo a possibilidade de montar um aparato repressivo contra eventuais iniciativas que visem “derreter candidaturas”, afirmou Fux.

“Vamos criar uma estrutura preventiva da fake news, que inclui medidas de constrição de bens, medidas de restrição de eventual liberdade daquele que estiverem em flagrante delito, se preparando pra cometer esse tipo de estratégia deletéria”, disse o ministro.

Voto impresso

Outro assunto não abordado nas resoluções aprovadas foi a obrigatoriedade do voto impresso, cuja adoção no processo eleitoral de 2018 foi imposta por meio de lei aprovada no Congresso, mas que o TSE já informou não será possível de implementar, devido a restrição orçamentárias e técnicas.

“Em relação à impressão de votos, nós temos aqui realmente uma situação delicada. Já estamos fazendo a licitação para a feitura das impressoras adequadas para isso. Há limitações técnicas para atendimento do que está na lei. Isso já deixei claro com as autoridades congressuais”, disse Gilmar Mendes.

A ministra Rosa Weber, que deve presidir o TSE durante a eleição, em outubro do ano que vem, fez questão de ressaltar durante a sessão que a questão do voto impresso “vai ser objeto inclusive de audiência pública e de resolução específica”.

Share Button

CIDADES DO SERTÃO APARECEM NO RANKING DAS PIORES FACULDADES PARTICULARES DE PERNAMBUCO; FACIAGRA E FAFOPA DE ARARIPINA ESTÃO NA LISTA

Por Edenevaldo Alves

Todos os anos, o Ministério da Educação (MEC), por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), analisa a qualidade do ensino superior através de indicadores, como o Índice Geral de Cursos (IGC). No último ciclo de avaliação, referente ao ano de 2016, 2.132 instituições de ensino superior públicas e privadas foram avaliadas. Dessas, 14,9% não obtiveram notas satisfatórias.

Em Pernambuco, 24 faculdades tiraram notas baixas. O IGC é construído com base numa média ponderada das notas dos cursos de graduação e pós-graduação de cada instituição. Sintetizando, assim, em um único indicador a qualidade de todos os cursos de graduação, mestrado e doutorado da mesma instituição de ensino. O IGC é divulgado anualmente pelo Inep/MEC, após a divulgação dos resultados do Enade.

O índice classifica as instituições com notas entre 1 e 5, sendo abaixo de 3 consideradas insatisfatórias. Aquelas unidades de ensino que não atingem 3 não podem aumentar o número de vagas ou abrir novos cursos.

As piores faculdades particulares de Pernambuco, com IGC menor que 3 são:

FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA MATA SUL –

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE ARCOVERDE

FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE SERRA TALHADA –

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO VALE SÃO FRANCISCO

FACULDADE DO BELO JARDIM

FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS DE LIMOEIRO

FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE ARARIPINA

FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DE ARARIPINA

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS DO CABO DE SANTO
AGOSTINHO

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DO SERTÃO CENTRAL

UNIÃO DE ESCOLAS SUPERIORES DA FUNESO

ESCOLA SUPERIOR DE MARKETING

FACULDADE SANTA MARIA

FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DE PERNAMBUCO

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE PESQUEIRA

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE SALGUEIRO

FACULDADE SANTA CRUZ

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DOS PALMARES

ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DE ARCOVERDE

FACULDADE DE DIREITO DE GARANHUNS

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DE ARARIPINA

FACULDADE DE SAÚDE DE PAULISTA

FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS DE GARANHUNS

FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE SERRA TALHADA

Share Button

SESI/PE PRORROGA INSCRIÇÕES PARA ÚLTIMAS VAGAS EM CURSOS GRATUITOS ATÉ 11 DE JANEIRO

Moradores do Sertão ainda podem aproveitar as vagas oferecidas em Araripina

O Serviço Social da Indústria de Pernambuco (Sesi/PE) prorrogou, até 11 de janeiro, as inscrições para o processo seletivo simplificado 2018 do programa Educação Básica articulada com a Educação Profissional (Ebep). A iniciativa, destinada aos filhos de trabalhador da indústria de baixa renda, possibilita que o estudante realize gratuitamente o Ensino Médio e um curso técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Indústrial de Pernambuco (Senai/PE) para facilitar o início da vida profissional. Das 118 vagas que restam, as últimas 08 são para o curso de Eletromecânica em Araripina, no Sertão. As demais vagas estão na Região Metropolitana do Recife. Mais informações pelo telefone 0800.600.9606 ou no site www.pe.sesi.org.br.

“É uma ótima oportunidade para os moradores de Araripina garantirem uma Educação de qualidade para seus dependentes e prepará-los para mercado de trabalho, quando concluírem os estudos”, afirma a gerente de negócios do Sistema Fiepe, Alba Núsia Mendes. Ela lembra que 85% dos alunos do Ebep conseguem emprego ainda no primeiro ano de formado. Neste ano os alunos também terão direito ao material didático e fardamento gratuitos.

Pessoas de baixa renda que trabalham em padarias, pastelarias, pizzarias e confeitarias, oficinas mecânicas, construção civil, seralharias, gráficas, fabricação de tijolos e telhas, móveis, bebidas, doces, biscoitos, massas e alimentos, marmorarias, confecção de roupas, calçados, bolsas e material de viagem, empresas que fabricam material de limpeza e gelo, gesso, cimento, adubos, plantação, corte e beneficiamento de cana-de-açúcar, empresas de refrigeração e climatização, instalação e manutenção de redes e telecomunicação e outras indústrias têm direito a inscrever os filhos e demais dependentes no programa.

Onde estudar:

Local de Inscrição Qtd de Vagas Curso Técnico Disponível Escola do Ensino Médio Escola do Ensino Técnico
Região Metropolitana do Recife ​ ​ ​ ​ ​
SESI Ibura (Recife) ​ 14 Automação Industrial SESI Ibura ​ SENAI Areias ​
Eletrotécnica
SESI Vasco da Gama (Recife) ​ ​ 72 ​ ​ Automação Industrial SESI Vasco da Gama ​ ​ SENAI Santo Amaro ​ ​
Mecânica
Refrigeração e Climatização
SESI Cabo de Santo Agostinho ​ ​ 24 ​ ​ Eletromecânica SESI Cabo de Santo Agostinho ​ ​ ​SENAI Cabo de Santo Agostinho
Eletrotécnica
Logística
Sertão ​ ​ ​ ​ ​
SESI Araripina 08 Eletromecânica SESI Araripina SENAI Araripina
Total de vagas 118 ​ ​ ​

 

Share Button

TADEU ALENCAR RECEBE TÍTULO DE CIDADÃO DE EXU

Na semana que marca o aniversário de 105 anos de nascimento de Luiz Gonzaga, o deputado federal Tadeu Alencar (PSB) recebeu, nesta sexta-feira (15), na Câmara de Vereadores de Exu, o título de cidadania da terra do Rei do Baião.

“Hoje é um dia muito especial porque é o dia exato em que o ex-governador Miguel Arraes faria 101 anos. E há dois dias um filho de Exu, Luiz Gonzaga, também teve sua data de nascimento comemorada”, falou emocionado Tadeu.

O novo cidadão de Exu lembra que o município é ainda berço da República brasileira, pois foi nele que nasceu a heroína Bárbara de Alencar, líder da Revolução Pernambucana de 1817. “Gonzaga e Bárbara orgulham Pernambuco e eu tenho agora orgulho de ser cidadão de Exu”, afirmou Tadeu.

O título de cidadão foi proposto pelo vereador Junior Pinto (PR). A solenidade aconteceu na Câmara de Vereadores do município e contou com a presença do prefeito Raimundo Saraiva (PR), vereadores e representantes de segmentos sociais.

Agenda de trabalho – Tadeu passa o final de semana cumprindo agenda no Sertão, conferindo as obras realizadas nos municípios a partir de emendas parlamentares destinadas por seu mandato. O parlamentar destinou R$ 12,5 milhões em emendas para o Araripe. Deste total, foram R$ 4 milhões para Exu, utilizados na realização de obras importantes, como a ampliação e modernização do Hospital Municipal José Pinto Saraiva. O hospital atende a mais de 3 mil pessoas por mês nas áreas de urgência e emergência, internamento adulto e pediátrico, sala de parto, diagnóstico por imagem e pequenas intervenções cirúrgicas.

Foto: Assessoria de Imprensa/Divulgação

Share Button

PREFEITURA DE OURICURI VAI LEILOAR 09 VEÍCULOS DA FROTA MUNICIPAL

Já estão disponíveis para lance os veículos a serem leiloados pela Prefeitura. Serão 09 lotes, entre carros de passeio, ambulâncias e máquinas pesadas de construção. Os lotes estão disponíveis para visitação, na garagem da prefeitura, que fica localizado à Rua Tenente Pedro Adamis da Silva nº 666, Centro de Ouricuri-PE.

O leilão acontecerá nesta terça-feira, dia 19(dezenove) de dezembro as 10hs:00min da manhã na garagem da prefeitura no endereço supracitado, sendo na modalidade presencial. Os interessados em participar devem se cadastrar e preencher os dados, seja pessoa física ou jurídica, enviar os documentos necessários para habilitar- se no leilão.

Os lances já podem ser feitos pela internet através do site http://www.lancecertoleiloes.com.br/leilao/191217VE

ASCOM

 

Share Button

IBGE: 50 MILHÕES DE BRASILEIROS VIVEM NA LINHA DE POBREZA

Pesquisa diz que o maior índice de pobreza é registrado Região Nordeste, afetando 43,5% da populaçãoMarcelo Casal/Agência Bras 

Agência Brasil

Cerca de 50 milhões de brasileiros, o equivalente a 25,4% da população, vivem na linha de pobreza e têm renda familiar equivalente a R$ 387,07 – ou US$ 5,5 por dia, valor adotado pelo Banco Mundial para definir se uma pessoa é pobre.

Os dados foram divulgados hoje (15), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e fazem parte da pesquisa Síntese de Indicadores Sociais 2017 – SIS 2017. Ela indica, ainda, que o maior índice de pobreza se dá na Região Nordeste do país, onde 43,5% da população se enquadram nessa situação e, a menor, no Sul: 12,3%.

A situação é ainda mais grave se levadas em conta as estatísticas do IBGE envolvendo crianças de 0 a 14 anos de idade. No país, 42% das crianças nesta faixa etária se enquadram nestas condições e sobrevivem com apenas US$ 5,5 por dia.

A pesquisa de indicadores sociais revela uma realidade: o Brasil é um país profundamente desigual e a desigualdade gritante se dá em todos os níveis.

Seja por diferentes regiões do país, por gênero – as mulheres ganham, em geral, bem menos que os homens mesmo exercendo as mesmas funções -, por raça e cor: os trabalhadores pretos ou pardos respondem pelo maior número de desempregados, têm menor escolaridade, ganham menos, moram mal e começam a trabalhar bem mais cedo exatamente por ter menor nível de escolaridade.

Um país onde a renda per capita dos 20% que ganham mais, cerca de R$ 4,5 mil, chega a ser mais de 18 vezes que o rendimento médio dos que ganham menos e com menores rendimentos por pessoa – cerca de R$ 243.

No Brasil, em 2016, a renda total apropriada pelos 10% com mais rendimentos (R$ 6,551 mil) era 3,4 vezes maior que o total de renda apropriado pelos 40% (R$ 401) com menos rendimentos, embora a relação variasse dependendo do estado.

Entre as pessoas com os 10% menores rendimentos do país, a parcela da população de pretos ou pardos chega a 78,5%, contra 20,8% de brancos. No outro extremo, dos 10% com maiores rendimentos, pretos ou pardos respondiam por apenas 24,8%.

A maior diferença estava no Sudeste, onde os pretos ou pardos representavam 46,4% da população com rendimentos, mas sua participação entre os 10% com mais rendimentos era de 16,4%, uma diferença de 30 pontos percentuais.

Desigualdade acentuada

No que diz respeito à distribuição de renda no país, a Síntese dos Indicadores Sociais 2017 comprovou, mais uma vez, que o Brasil continua um país de alta desigualdade de renda, inclusive, quando comparado a outras nações da América Latina, região onde a desigualdade é mais acentuada.

Segundo o estudo, em 2017 as taxas de desocupação da população preta ou parda foram superiores às da população branca em todos os níveis de instrução. Na categoria ensino fundamental completo ou médio incompleto, por exemplo, a taxa de desocupação dos trabalhadores pretos ou pardos era de 18,1%, bem superior que o percentual dos brancos: 12,1%.

“A distribuição dos rendimentos médios por atividade mostra a heterogeneidade estrutural da economia brasileira. Embora tenha apresentado o segundo maior crescimento em termos reais nos cinco anos disponíveis (10,9%), os serviços domésticos registraram os rendimentos médios mais baixos em toda a série. Já a Administração Pública acusou o maior crescimento (14,1%) e os rendimentos médios mais elevados”, diz o IBGE.

O peso da escolaridade

Os dados do estudo indicam que, quanto menos escolaridade, mais cedo o jovem ingressa no mercado de trabalho. A pesquisa revela que 39,6% dos trabalhadores ingressaram no mercado de trabalho com até 14 anos.

Para os analistas, “a idade em que o trabalhador começou a trabalhar é um fator que está fortemente relacionado às características de sua inserção no mercado de trabalho, pois influencia tanto na sua trajetória educacional – já que a entrada precoce no mercado pode inibir a sua formação escolar – quanto na obtenção de rendimentos mais elevados”.

Ao mesmo tempo em que revela que 39,6% dos trabalhadores ingressaram no mercado com até 14 anos, o levantamento indica também que este percentual cresce para o grupo de trabalhadores que tinha somente até o ensino fundamental incompleto, chegando a atingir 62,1% do total, enquanto que, para os que têm nível superior completo, o percentual despenca para 19,6%.

Ainda sobre o trabalho precoce, o IBGE constata que, em 2016, a maior parte dos trabalhadores brasileiros (60,4%) começou a trabalhar com 15 anos ou mais de idade. Entre os trabalhadores com 60 anos ou mais houve elevada concentração entre aqueles que começaram a trabalhar com até 14 anos de idade (59%).

A análise por grupos de idade mostra a existência de uma transição em relação à idade que começou a trabalhar, com os trabalhadores mais velhos se inserindo mais cedo no mercado de trabalho, o que pode ser notado porque 17,5% dos trabalhadores com 60 anos ou mais de idade começaram a trabalhar com até nove anos de idade, proporção que foi de 2,9% entre os jovens de 16 a 29 anos.

O IBGE destaca que os trabalhadores de cor preta ou parda também se inserem mais cedo no mercado de trabalho, quando comparados com os brancos, “característica que ajuda a explicar sua maior participação em trabalhos informais”.

Já entre as mulheres foi maior a participação das que começaram a trabalhar com 15 anos ou mais de idade (67,5%) quando comparadas com a dos homens (55%). Para os técnicos do instituto, esta inserção mais tardia das mulheres no mercado de trabalho pode estar relacionada “tanto ao fato de elas terem maior escolaridade que os homens, quanto à maternidade e os encargos com os cuidados e afazeres domésticos”.

Cresce percentual dos que não trabalham nem estudam

O percentual de jovens que não trabalham nem estudam aumentou 3,1 pontos percentuais entre 2014 e 2016, passando de 22,7% para 25,8%. Dados da pesquisa Síntese de Indicadores Sociais 2017 indicam que, no período, cresceu o percentual de jovens que só estudavam, mas diminuiu o de jovens que estudavam e estavam ocupados e também o de jovens que só estavam ocupados.

O fenômeno ocorreu em todas as regiões do Brasil. No Norte, o percentual de jovens nessa situação passou de 25,3% para 28,0%. No Nordeste, de 27,7% para 32,2%. No Sudeste, de 20,8% para 24,0%. No Sul, de 17,0% para 18,7% e no Centro-Oeste, de 19,8% para 22,2%.

Ele atingiu, sobretudo, os jovens com menor nível de instrução, os pretos ou pardos e as mulheres e com maior incidência entre jovens cujo nível de instrução mais elevado alcançado era o fundamental incompleto ou equivalente, que respondia por 38,3% do total.

Pobreza é maior no Nordeste

Quando se avalia os níveis de pobreza no país por estados e capitais, ganham destaque – sob o ponto de vista negativo – as Regiões Norte e Nordeste com os maiores valores sendo observados no Maranhão (52,4% da população), Amazonas (49,2%) e Alagoas (47,4%).

Em todos os casos, a pobreza tem maior incidência nos domicílios do interior do país do que nas capitais, o que está alinhado com a realidade global, onde 80% da pobreza se concentram em áreas rurais.

Ainda utilizando os parâmetros estabelecidos pelo Banco Mundial, chega-se à constatação de que, no mundo, 50% dos pobres têm até 18 anos, com a pobreza monetária atingindo mais fortemente crianças e jovens – 17,8 milhões de crianças e adolescentes de 0 a 14 anos, ou 42 em cada 100 crianças.

Também há alta incidência em homens e mulheres pretas ou pardas, respectivamente, 33,3% e 34,3%, contra cerca de 15% para homens e mulheres brancas. Outro recorte relevante é dos arranjos domiciliares, no qual a pobreza – medida pela linha dos US$ 5,5 por dia – mostra forte presença entre mulheres sem cônjuge, com filhos até 14 anos (55,6%). O quadro é ainda mais expressivo nesse tipo de arranjo formado por mulheres pretas ou pardas (64%), o que indica, segundo o IBGE, o acúmulo de desvantagens para este grupo que merece atenção das políticas públicas

Share Button

AEDA OFERECE 470 BOLSAS DE ESTUDOS ATRAVÉS DO PROUPE

Da Assessoria

Estão abertas as inscrições para o Programa Universidade para todos em Pernambuco (PROUPE) em todas as Autarquias do Estado. Na região do Araripe, a AEDA, através do programa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco – SECTI, oferece 470 bolsas de estudos no valor de R$ 245,00 e R$ 135,00.

As inscrições serão realizadas entre os dias 18 de dezembro de 2017 a 03 de janeiro de 2018 pelo site da SECTI http://www.secti.pe.gov.br/. Confira os cursos da AEDA que concederão bolsas de estudos:

São 50 vagas para Biologia (Fafopa), 120 para Agronomia e 50 para Tecnologia em Gestão Ambiental, ambos da Faciagra, oferecem bolsa tipo I no valor de R$ 245,00. Outras 50 vagas para o curso de Letras (Fafopa), 100 para Direito e mais 100 para Ciências Contábeis, ambos da Facisa, oferecem bolsa tipo II no valor de R$ 135,00. O aluno pagará a diferença do valor integral da mensalidade de cada curso rigorosamente em dia à AEDA.

Podem concorrer as bolsas do PROUPE os alunos que estejam cursando do 2º período em diante, com exceção daqueles que estiverem no último período do seu curso. Os ingressantes no vestibular 2018.1 poderão pleitear a bolsa a partir do segundo semestre de 2018.

Além deste, o PROUPE exige outros requisitos para os candidatos: ter cursado o Ensino Médio em escola pública; alunos deficientes; professores que não tenham cursado licenciaturas; ou alunos oriundos de escolas privadas que comprovem ter cursado com bolsa integral.  O resultado preliminar será divulgado em 14 de janeiro e a lista final com os contemplados, em 25 de janeiro.

Share Button

TCE DIVULGA RELATÓRIO SOBRE OBRAS PARALISADAS EM PERNAMBUCO

Fonte: TCE

O TCE divulgou nesta quinta-feira (07) um relatório sobre obras paralisadas/inacabadas em Pernambuco no ano de 2016 com base em dados fornecidos pelos seus próprios jurisdicionados (Governo do Estado e Prefeituras). O diagnóstico foi apresentado pelo auditor de controle externo, Pedro Teixeira e o chefe do Núcleo de Engenharia, Ayrton Guedes Alcoforado.

De acordo com o Tribunal, existiam em Pernambuco no final do ano passado 1.547 obras paralisadas/inacabadas, cujos contratos totalizam R$ 6,2 bilhões, dos quais cerca de R$ 2 bilhões já foram pagos às empresas que venceram as licitações. “O Tribunal está empenhado na retomada dessas obras, pois elas já consumiram muito dinheiro e não estão servindo à população”, declarou Ayrton Guedes.

Para o presidente do TCE, conselheiro Carlos Porto, ao realizar esse diagnóstico o Tribunal de Contas de Pernambuco prestou “notável serviço” à população, pois com base nele irá pressionar os gestores públicos a concluírem as obras sob sua responsabilidade, como já ocorreu com o Canal do Fragoso, em Olinda. Esta obra tem como relatora a conselheira Teresa Duere, que já fez várias reuniões com os seus responsáveis para cobrar deles mais empenho visando à sua conclusão, dada a sua importância estratégica para os moradores daquela cidade.

Porto citou como exemplo típico de “desperdício de dinheiro público” a ponte ligando os bairros do Monteiro a Iputinga, de responsabilidade da prefeitura do Recife. Ela foi iniciada em maio de 2012, na gestão do então prefeito João da Costa, com valor estimado em R$ 53,4 milhões. Foram gastos na obra R$ 16 milhões e ela está totalmente abandonada e sem previsão de ser concluída. “Isso é fruto da falta de planejamento, com graves consequências para o povo do Recife”, disse o presidente do TCE.

MAIORES OBRAS – De acordo com o Núcleo de Engenharia, uma obra é considerada paralisada/inacabada, dentre outros fatores, quando tem menos de 15% do seu valor pago em um único exercício. As oito maiores são de responsabilidade do Governo do Estado ou da Prefeitura do Recife, a saber: Dragagem do canal de acesso ao Porto de Suape (R$ 279 milhões), Canal do Fragoso e Via Metropolitana Norte (R$ 206 milhões), Implantação do BRT na BR-101 (R$ 216 milhões), Corredor Norte-Sul (R$ 187 milhões), Corredor Leste-Oeste (R$ 168 milhões), Ramal Cidade da Copa (R$ 163 milhões), Saneamento integrado do bairro do Cordeiro (R$ 122 milhões), Reforço da Adutora do Oeste (R$ 114 milhões) e implantação da Hidrovia do rio Capibaribe (R$ 101 milhões).

Outras obras de vulto que também se encontram inacabadas são a Ponte do Monteiro (R$ 53,4 milhões), o Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães (R$ 43 milhões), Urbanização do Cais do Porto do Recife (R$ 50 milhões), Dragagem do rio Capibaribe (R$ 44 milhões) e Reforma do Hospital Barão de Lucena (R$ 36 milhões).

A íntegra do levantamento pode ser consultado clicando aqui ou no site do TCE. 

Share Button

LULA DEVE SER MONITORADO PELAS AUTORIDADES PARA EVITAR SUA FUGA

A eventual confirmação da condenação Lula, com sua prisão imediata, vai acionar o esquema de monitoramento das forças de segurança, com o objetivo de frustrar qualquer tentativa de fuga do País. As providências são adotadas sempre que há um réu nessas condições, respondendo em liberdade a recurso de sentença que determina sua prisão. Mas a possibilidade de tumulto reforça os procedimentos. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Órgãos de inteligência mapearam rotas de fuga para países latino-americanos cujos governantes ofereceram refúgio a Lula.

O recurso de Lula será julgado por três desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, dia 24 de janeiro.

Lideranças petistas mobilizando filiados e sindicalistas para “invadir” e tocar o terror em Porto Alegre, para pressionar os magistrados.

Tanto Lula quanto seus advogados e adoradores insistem na estratégia pouco inteligente de desqualificar quem vai julgar o ex-presidente.

Share Button

POLÍCIA CIVIL PRENDE HOMEM ACUSADO DE ESTUPRAR A PRÓPRIA FILHA DE 5 ANOS EM ARARIPINA

Por Roberto Gonçalves / Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil de Araripina no Sertão de Pernambuco, prendeu nesta quarta-feira (13), um homem de 35 anos, acusado de estuprar a sua própria filha de 5 anos. O caso aconteceu no distrito do Moraes, Zona Rural do município.

De acordo com PC, após tomar conhecimento pela genitora da vitima, dando conta que sua filha de 5 anos de idade se apresentava com vermelhidão e dores na genitália aliado a um comportamento estranho, a delegada de polícia, Dra. Katyanna Muniz, in loco solicitou exame sexológico preliminar o qual ficou evidenciado ruptura himenal.

De imediato a aludida Delegada de Policia, instaurou Procedimento Investigativo, ocasião que foram colhidos alguns depoimentos e demais diligências culminando com à representação pela Medida Cautelar em desfavor do Genitor da criança, tendo sido imediatamente deferido pelo Juiz de Direito Dr. Marcus Vinicius Barbosa de Alencar Luz, da Vara Criminal da Comarca de Araripina.

Dessa feita os Policiais Civis Edelson Borges e Alexandre Campelo sob o Comando da referida Autoridade Policial, deram cumprimento ao citado “Mandammus” resultando na Prisão de FRANCISCO EDIVAN DA SILVA PEREIRA, vulgo “Negão” com 35 anos de idade, pai da vitima. Após realização do interrogatório o mesmo foi recolhido a Cadeia Publica local, ficando sob a égide do Poder Judiciário.

O Inquérito Policial deverá ser finalizado no prazo legal e encaminhado à apreciação da Justiça Pública de Araripina. Informações repassadas pelo delegado Seccional da 24ª DESEC – Araripina, Dr. Jairo Oliveira Marinho.

Share Button

IPVA TERÁ REDUÇÃO MÉDIA DE 3% EM 2018

O Governo de Pernambuco informa que o valor do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) terá uma redução média de 3% em 2018, em relação a 2017. De acordo com dados da Fundação Instituto de Pesquisas Aplicáveis (FIPE), o valor venal dos veículos caiu 3% em 2017, na comparação com o ano anterior.  No caso dos automóveis, a redução foi de 3,4%. Para caminhões, por exemplo, o preço diminuiu ainda mais: em média, 5,9%.  Com isso, o valor do IPVA dos veículos usados também ficará menor, já que possui como base os preços divulgados na Tabela FIPE.

Confira na tabela abaixo a variação do valor venal entre um ano e outro:

Os contribuintes que fizerem o pagamento do IPVA em cota única terão um desconto de 7% no valor do imposto. Os proprietários também podem optar pelo parcelamento em até três vezes. Os boletos de pagamento do IPVA estarão disponíveis no site do Detran-PE (www.detran.pe.gov.br) a partir do dia 2 de janeiro.

Confira abaixo a tabela de pagamento de 2018:

Veja mais: http://www.pe.gov.br/b/16273

Share Button

UFPE LANÇA NOVO CONCURSO PARA PROFESSOR COM 89 VAGAS E SALÁRIOS DE ATÉ R$ 9,5 MIL

JC Online

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) abriu 89 vagas para professor do magistério superior. Os interessados podem se inscrever entre os dias 8 de janeiro e 8 de março de 2018. A remuneração para professor adjunto, com titulação de doutorado, é de R$ 9.585,67, para dedicação exclusiva, e de R$ 3.377,45, para regime de 20 horas de trabalho. Para professor assistente, com titulação de mestrado, é de R$ 6.726,82, para dedicação exclusiva, e de R$ 2.777,15, para regime de 20 horas de trabalho. O edital foi publicado no Diário Oficial da União dessa terça-feira.

Entre as vagas, consta 18 oportunidades para o Centro de Tecnologia e Geociências (CTG); 12 vagas para o Centro de Artes e Comunicação (CAC); nove para o Centro de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN); 13 para o Centro de Ciências da Saúde (CCS); 12 para o Centro Acadêmico do Agreste (CAA); cinco para o Centro de Biociências (CB); quatro para o Centro Acadêmico de Vitória (CAV); três para o Centro de Educação (CE); sete para o Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH); três para o Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA); e três vagas para o Centro de Informática (CIn).

SELEÇÃO

O concurso será realizado em três etapas. Para adjunto, haverá prova escrita, com peso 3; prova didática e/ou didático-prática e/ou Defesa de Memorial, com peso 3; e julgamento de títulos, com peso 4. Para assistente, haverá prova escrita, com peso 3; prova didática e/ou didático-prática e/ou Defesa de Memorial, com peso 4; e julgamento de títulos, com peso 3.

Share Button

CGU COMBATE FRAUDES EM LICITAÇÕES PARA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR EM PERNAMBUCO

Prefeitura de Quipapá é alvo de investigação. Foto: Divulgação/MPPE 

Agência Brasil

Uma organização criminosa formada por empresas que atuavam em conjunto para fraudar licitações em contratos de oferta para alimentação escolar em vários municípios pernambucanos é alvo esta manhã de uma operação da Polícia Civil do estado com o apoio do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU).

Segundo a CGU, um grupo de empresas se inscrevia como concorrentes nas licitações, mas, na verdade, atuava em conluio para conseguir os contratos. Só no município de Quipapá, elas receberam R$ 3,5 milhões em recursos federais.

Os contratos destinavam à oferta de alimentação escolar aos estudantes matriculados em todas as etapas e modalidades da educação básica da rede pública e de entidades qualificadas como filantrópicas ou por elas mantidas.

Os policiais estão cumprindo 15 mandados de busca e apreensão nos municípios de Quipapá, Caruaru, Garanhuns, Terezinha, Correntes e Recife. Os suspeitos poderão responder pelos crimes de peculato, falsidade ideológica e associação criminosa.

Share Button

SISTEMA INDÚSTRIA APRESENTA RESULTADOS NA REGIÃO DO ARARIPE EM 2017

O Sistema Indústria formado pela FIEPE, SESI, SENAI e IEL, apresentou nesta quarta-feira, em Araripina, um balanço das atividades realizadas em 2017 para a indústria da região do Araripe e também o resultado de um estudo realizado pelo SESI sobre amostras de poeira no polo gesseiro.

A reunião teve a presença de representantes do Sindusgesso, do Ministério do Trabalho, da Vara do Trabalho de Araripina, do Sebrae e do Sistema Indústria, além de empresários do polo gesseiro que foram ouvir atentamente os resultados do estudo realizado nas indústrias.

De acordo com Albério Calado, engenheiro do SESI, os resultados mostram uma evolução nos índices de modo a garantir a segurança e saúde do trabalhador das indústrias do polo.

Para Alba Núsia, o encontro com empresários e o Sistema Indústria reforçou novamente o compromisso das instituições em apoiar o setor industrial promovendo atividades que ajudem os empresários a desenvolver todo o potencial econômico da região.

Segundo Francisco Alves, diretor da Unidade Regional do Araripe da FIEPE, o ano de 2017 foi de muitos avanços com a presença da Federação atuando na interlocução junto aos setores produtivos. Ele também destacou o movimento crescente de união dos empresários através de ações de associativismo que darão ao polo gesseiro um novo horizonte a partir de 2018.

Share Button

VEREADOR EVILÁSIO MATEUS É REELEITO PRESIDENTE DA CÂMARA DE ARARIPINA

Na sessão ordinária na noite desta quarta-feira, a Câmara de Vereadores promoveu a eleição para a escolha da Mesa Diretora para o biênio 2019-2020. O vereador Evilásio Mateus foi reconduzido ao cargo tendo sido eleito com a unanimidade dos votos. Além dele, também foram reeleitos os vereadores Francisco Edivaldo (vice-presidente); Camila Modesto (1ª Secretária) e João Erlan (2º Secretário).

Evilásio usou a tribuna para agradecer aos demais pares de Casa pela confiança e disse que a sua principal meta de trabalho é o fortalecimento do Poder Legislativo, do mandato parlamentar e principalmente manter o bom debate com harmonia e respeito. Além disso, ele destacou ainda a sua responsabilidade de conduzir os trabalhos de uma Câmara de Vereadores respeitada e formada por edis responsáveis e comprometidos com o povo de Araripina.

Todos os vereadores parabenizaram Evilásio pela forma dinâmica, transparente e competente em dirigir os trabalhos da Casa Joaquim Pereira Lima. O bom trânsito entre os demais pares e o poder de articulação fazem de Evilásio um político respeitado.

Foto: Damiâo Sousa

Share Button